Coca-Cola: o que você não pode ver, pode sentir

A alegria de compartilhar o nome próprio ou de um amigo não pode ser sentida por deficientes visuais. Ou melhor, não podia

Iniciadas na Coca-Cola Zero, as latas com nomes representaram um sucesso de vendas que se estendeu as tradicionais latinhas vermelhas da Coca-Cola comum.

Pensando na democratização dessa experiência, a Coca-Cola levou a campanha “Share to Coke” para cegos através de uma máquina que customiza as latas com o alfabeto Braille.

A iniciativa aconteceu em parceria com o Comité Internacional ProCiegos, na Cidade do México.

 

Criada pela agência Anonimo, a máquina instalada no cinema da fundação pode ser usada por mais de cem estudantes cegos que, pela primeira vez, puderam ler seus nomes nas latinhas. Pessoas que possuem parentes ou amigos com deficiência visual também puderam retirar uma lata para presentear os entes queridos.

As latas em Braille foram criadas especialmente para esta ação e, por ora, não serão comercializadas.

Confira o vídeo da ação.

Fonte: Adnews.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS