PE: primeiro dessalinizador solar da América Latina

O equipamento retira o excesso de sais das águas captadas em poços tubulares profundos e torna o líquido próprio para o consumo humano

O dessalinizador foi inaugurado em Riacho das Almas, agreste de Pernambuco. A operação, realizada com a energia das placas fotovoltaicas conectadas ao aparelho, garante o tratamento de 600 litros de água por hora. De acordo com o governo de Pernambuco, o sistema é composto por dois reservatórios com capacidade para cinco mil litros cada. Um é responsável por armazenar a água recém-captada e o segundo estoca o produto tratado e pronto para consumo.

Leia também: Dessalinização: recurso chega ao semiárido nordestino

Cerca de sessenta famílias serão beneficiadas pelo projeto, sendo que cada uma delas pode receber 20 litros de água limpa. “Temos que encontrar soluções que amenizem o sofrimento da população. A solução mais imediata é a perfuração de poços artesianos. Mas onde há água, muitas vezes não tem energia elétrica. E onde é possível perfurar, a água é salobra, exigindo o dessalinizador. Por isso inauguramos um equipamento, primeiro da América Latina, que funciona com energia solar. Assim, é possível levar água para os lugares mais distantes e de forma sustentável”, explicou o secretário de desenvolvimento econômico, Thiago Norões.

Leia também: Máquina portátil dessaliniza água e a torna ideal para o consumo

Não é só Pernambuco que está apostando na tecnologia. Em março deste ano, um sistema que dessaliniza água foi implementado em municípios da Bahia. A principal diferença, no entanto, é que o aparelho solar supre a necessidade de água potável mesmo em áreas distantes das fontes de energia elétrica.

Leia também: Empresa brasileira dessaliniza água do mar

Fonte: CicloVivo.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS