Nível de confiança do consumidor atinge pessimismo

De acordo com a FecomercioSP, em maio o Índice de Confiança do Consumidor registrou 91,8% em SP

A confiança do consumidor registrou 91,8 pontos, em maio deste ano. O menor valor desde agosto de 2002. Na comparação com o mesmo mês de 2014, a retração foi de 16,2%.

Os dados são do Índice de Confiança do Consumidor (ICC), pesquisa realizada todos os meses pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

De acordo com a pesquisa, em maio do ano passado o indicador marcou 109,5 pontos, ainda na zona de otimismo. Na comparação com o mês de abril, que registrou 101,6 pontos, a queda da confiança foi de 9,6% na capital e região metropolitana de São Paulo.

O indicador é composto pelo Índice das Condições Econômicas Atuais, que registrou queda de 27,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado e 14,5% sobre o mês de abril. E pelo Índice das Expectativas do Consumidor, que teve variação de 8,6% na comparação anual e 6,7% no comparativo mensal.

Para a assessoria econômica da Federação esse resultado configura um quadro de pessimismo, já que o indicador ficou abaixo dos 100 pontos. Com a elevação do custo de vida, principalmente pelos aumentos das contas de energia, transporte e combustível, a tendência é que o consumo seja cada vez mais reduzido.

Leia mais

Confiança do consumidor interrompe queda

Confiança do consumidor cai 15,5% em SP

Índice de confiança do consumidor tem nova queda




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS