Abordagem a cliente por WhatsApp pode causar demissão?

 Um funcionário da NET abordou uma cliente via whatsApp. Ele conseguiu seus dados por meio do atendimento prestado e aproveitou essa informação privilegiada para abordar a consumidora.

 

A denúncia de assédio sofrida por uma cliente da NET pode trazer graves prejuízos ao funcionário envolvido e à imagem da marca. É o que avalia o advogado Bruno Gallucci, especializado em Direito do Trabalho. Ontem, a jornalista Ana Prado informou ter recebido inúmeras mensagens de conotação pessoal via Whatsapp de um colaborador da operadora que havia realizado atendimento à cliente.

?Diante da situação, desde que provada a autoria, a empresa tem o poder de demitir o colaborador por justa causa, já que o acontecido se caracteriza como uma invasão de privacidade ao cliente e assédio. Por outro lado, a empresa também pode ser responsabilizada?, afirma Gallucci. De acordo com ele, além de danos já causados à imagem da empresa, a NET pode sofrer ação de danos morais por parte da vítima.

 

Nota oficial da NET sobre o assunto

“Em complemento à nota de esclarecimento, informamos que o colaborador já foi identificado e desligado.

Além desta ação administrativa, o caso também está sendo tratado na esfera criminal.

Aproveitamos esta nota para divulgar o e-mail conduta.net@net.com.br, canal exclusivo para comunicação de eventuais desvios de conduta dos nossos colaboradores, que serão apurados com rigor e discrição necessários.

Por fim, a NET reforça que não mede esforços em zelar pela integridade e sigilo das informações de seus clientes e tomará todas as medidas necessárias para coibir qualquer prática em desacordo com o código de ética da empresa”.

 

Leia mais:

As 10 redes sociais mais usadas pelos brasileiros

Gestão: a diferença essencial entre um gestor e um líder

Publicidade mobile: quando e como fazer?

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS