Ford testa compartilhamento de carros em Londres

No momento em que muitos estudam e discutem o consumo consciente, a montadora inicia os testes de seu serviço experimental, o GoDrive

O Ele oferece uma frota de veículos para viagens só de ida e estacionamento garantido em toda a cidade, além de facilidade de pagamento e reserva feitos através de um aplicativo para smartphone.

O projeto surgiu como um dos mais de 25 experimentos que a empresa desenvolve dentro do plano Ford Smart Mobility, para criar novas soluções de mobilidade usando a tecnologia e conectividade. O projeto piloto foi chamado de Direção na Cidade sob Demanda (City Driving On-Demand).

“Com o aumento dos congestionamentos nas cidades as pessoas se tornam mais abertas a novas formas de mobilidade e o compartilhamento de carros está provando ser um modelo atraente”, disse Ken Washington, vice-presidente de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford, que recentemente veio ao Brasil participar do Seminário Ford de Tecnologia e Conectividade, onde foi apresentado o novo Focus.

Leia também: Compartilhamento de carros elétricos chega ao Brasil

“Para criar um serviço de compartilhamento de carros eficaz é essencial conhecer as necessidades e expectativas desses motoristas e complementar a infraestrutura de transporte e conectividade.”

Criado para se integrar aos sistemas de transporte existentes, o GoDrive é o único serviço de compartilhamento de carros que oferece viagens só de ida com estacionamento garantido. O sistema de pagamento, calculado por minuto de uso, inclui pedágio urbano, seguro e combustível. Metade da frota é formada por modelos Ford Focus elétricos.

O projeto piloto envolveu cem motoristas registrados, com veículos Focus Electric e New Fiesta EcoBoost 1.0, usando estacionamentos próximos das principais estações de transportes públicos, como as ferroviárias Waterloo e Victoria. Agora, a Ford está convidando duas mil pessoas a se inscrever gratuitamente no serviço, que será ampliado para 50 carros em 20 localidades.

A Ford também desenvolve experiências de compartilhamento de carros na Alemanha, na Índia e nos EUA, que ajudarão a criar futuras opções de mobilidade para os clientes de todo o mundo.

Leia também: Compartilhar: a pauta do mundo dos negócios

Além do universo automobilístico
A Ford e outros líderes das indústrias de eletrodomésticos, energias renováveis e gestão de energia anunciaram um programa piloto do MyEnergi Lifestyle, em Xangai e Pequim, durante a CES Xangai 2015, realizada na China. O objetivo é demonstrar o impacto real dos produtos na redução do consumo de energia.

O MyEnergi Lifestyle é um projeto que mostra como a combinação de fontes de energia renováveis, eletrodomésticos eficientes e um veículo plug-in podem reduzir significativamente custos de energia e a pegada de carbono.

“Desenvolver uma tendência de consumo de energia sustentável é um dos principais desafios que temos pela frente”, disse Mike Tinskey, diretor global de Eletrificação de Veículos e Infraestrutura da Ford Motor Company. “Não é algo que um único indivíduo, produto ou empresa pode conseguir sozinho, é por isso que estamos tão animados para trabalhar com especialistas como Haier, Trina Solar e Delta Electronics para desenvolver um futuro que é mais eficiente em energia na China e ao redor do mundo”, finalizou o executivo.

Leia também: Anarquistas econômicos: a revolução a partir do compartilhamento

Para o mercado chinês, o modelo MyEnergi Lifestyle foi desenvolvido pela Ford em parceria com pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia, e prevê uma redução de quase 63% nos custos de energia – queda de 40% e 69% em contas de energia elétrica e gasolina, respectivamente, para uma economia anual estimada de RMB 9400 (moeda chinesa) – e uma diminuição de 45% na produção de CO2. O modelo também prevê um impacto significativo sobre a redução das emissões que levam à poluição.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Ford.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS