Loucos por Instafood

Brasileiros são os que mais gostam de postar fotos de comida nas redes sociais

Uma pesquisa realizada pelo Groupon no mês passado com cerca de 5000 pessoas de cinco países da América Latina (Brasil, Chile, Argentina, Colômbia e México) mostra que os brasileiros são os que mais gostam de tirar fotos de comida para postar nas redes sociais. Trinta e nove por cento o fazem, contra 30% da média da pesquisa.

Os brasileiros são também os mais lenientes ao uso de celulares na mesa: somente 14% dos pesquisados acham que é falta de educação usar o aparelho durante uma refeição, 7% abaixo da média de todos os países. Os argentinos são os mais propensos a dividir a conta igualmente (86%); e o Brasil tem o maior índice no quesito ?pagar apenas o que se consome?, com 21% das respostas, quase o dobro da média, que é de 12%.

?Cada um dos países que participaram da pesquisa guarda suas peculiaridades. Para nós, compreender um pouco mais a respeito dos gostos de nossos clientes é fundamental, uma vez que as ofertas de bares e restaurantes são, ainda hoje, o carro-chefe do nosso negócio?, afirma Michel Piestun, CEO do Groupon para a América Latina.

Nos cinco países, a culinária italiana é a que tem maior preferência, com 21% do total, seguida das culinárias argentina (14%) e mexicana (14%). Quase metade dos argentinos preferem comida argentina e 44% dos brasileiros preferem comida brasileira. No Brasil, a comida japonesa está entre as favoritas (20%), o dobro da média. Entretanto, o sushi é mencionado entre os pratos favoritos em quatro dos cinco países que participaram da pesquisa. No Brasil, o sushi só perde para o churrasco, que tem a preferência de 28% dos entrevistados.

Leia mais:
Groupon aposta em marketplaces

Depois do boom, a evolução






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS