Meio Ambiente: muita consciência para pouca ação

43 anos de comemoração do Dia mundial do Meio Ambiente e a sociedade ainda desperdiça água como se não houvesse amanhã

Por: - 4 anos atrás

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. O objetivo principal da ação é chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

O maior problema é que esses mesmos recursos continuaram sendo considerados como inesgotáveis, até que a seca, comum em alguns lugares como o Nordeste do Brasil e o estado do Texas, nos Estados Unidos, atingiu locais inesperados e cidades conhecidas como motor econômico, como é o nosso caso em São Paulo.

Leia também: ONU: app brasileiro de meio ambiente é o melhor do mundo

O fato é que algumas ações simples que deveriam ter sido modificadas desde a Conferência de Estocolmo, não apenas se mantiveram como eram como algumas pioraram. Exemplo claro disso é a maneira como descartamos o lixo. De forma inadequada, grande parte do resíduo que produzimos ainda vai para locais inadequados, como os conhecidos lixões ? mesmo com a Lei que obrigou, em agosto do ano passado, o fim do funcionamento desses locais.

Falando a nível Brasil, o fato é que nem todos têm ou querem ter a cultura de separar o lixo. Algumas pessoas ainda dizem que essa é uma tarefa das gerações mais novas. Por outro lado, muitos pais aprenderam a separar, reutilizar e descartar todo o lixo com os filhos, que aprendem na escola a importância disso para o meio ambiente.

Leia também: Conscientização ambiental e a ação das organizações

Outro ponto importante e essencial para a vida de todos: a água. É desesperadora a situação que o sudeste enfrenta com a escassez das chuvas e a seca dos reservatórios. Mas isso acontece no nordeste há muito mais tempo, com casos de morte inclusive, e pouco foi feito até hoje para resolver o problema. Porém agora a seca assola a principal engrenagem econômica do país: São Paulo.

Veja bem, foi preciso ver o problema bater à porta dos que se dizem donos da gramática correta para que as pessoas desligassem a torneira enquanto escovam os dentes. É o tipo de campanha que deveria deixar as pessoas com vergonha de assistir na TV ou ouvir no rádio.

Leia também: Planeta Terra: maior concentração de CO2 da história

Dentro desse assunto, a Indústria Brasileira de Bebedouros Ltda criou um infográfico para a Semana do Meio Ambiente que fala justamente sobre a importância da água. Confira abaixo.