InBrands pode fazer IPO de R$ 500 milhões

Grupo brasileiro de moda espera protocolar pedido de oferta pública ainda este mês

A InBrands, uma das principais empresas de moda do País, pretende dar entrada, ainda neste mês, em seu pedido de oferta pública de ações (IPO) na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). De acordo com a Agência Estado, a companhia pretende captar até R$ 500 milhões no Bovespa Mais, programa voltado a pequenas e médias empresas.

O IPO poderá acontecer já no início do próximo semestre e é capitaneado pelo banco BTG Pactual, ao lado de Itaú BBA, Votorantim e Credit Suisse. A InBrands já tentou abrir seu capital em 2011, mas desistiu por causa da conjuntura econômica, depois de ter protocolado pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Na época, a empresa disse que manteria o registro de companhia aberta, mas que adiaria a emissão de ações.

Fundada em 2007, a InBrands conta com 172 lojas próprias, 175 franqueadas e presença em mais de 5.300 pontos de venda multimarcas em todo o País. Em 2014, a empresa, controladora de marcas como Ellus, Salinas, Richards, Alexandre Herchcovitch, Bobstore e VR, teve uma receita bruta de R$ 1,2 bilhão e um Ebitda ajustado de R$ 194,1 milhões.

Leia mais:
Fogo de Chão prepara IPO nos EUA

Case Arezzo: Por que vale a pena migrar para o IPO?

Hotel Urbano cria Conselho de Administração




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS