Aumentam fraudes via celular

Para ClearSale, em 2015 uma em cada 6 fraudes on-line no Brasil virão de dispositivos móveis

Quando 25% dos varejistas on-line já utilizam aplicativos móveis como canal de venda, e esse número só cresce, é de se esperar que as fraudes via mobile também passem a responder por uma parcela considerável do total.

De acordo com o estudo ?Mobile 2015: tentativas de fraude via celular no Brasil?, realizado pela ClearSale, a expectativa é que neste ano 18% das fraudes on-line tenham como origem um aparelho móvel, contra apenas 7% no ano passado. Ao mesmo tempo, a parcela das vendas on-line realizadas a partir de dispositivos móveis deverá pular neste ano de 5% para 15% do total, segundo o estudo.

?O aumento das tentativas de fraude via mobile podem ser explicados por vários motivos, como a falta de segurança dos aparelhos, o roubo de celulares e o roubo de cartões de crédito, além de fontes mais tradicionais, como ações de phishing e quadrilhas especializadas?, afirma Omar Jarouche, gerente de Inteligência Estatística da ClearSale.

Segundo a empresa, a região Sudeste deve fechar o ano com 59% das tentativas de fraude via celular e 67% das transações feitas desta maneira. O Nordeste virá a seguir, com 24% de tentativas de fraude e 16% do faturamento. Completam a lista o Centro-Oeste (8% em transações indevidas e 6% na distribuição); Norte (5% e 3%); e Sul (4% e 8%).

Leia mais:
Cai participação do varejo em fraudes

Fraude no e-commerce acontece mais na madrugada

Tentativas de fraude crescem 3,98% no e-commerce






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS