Operadoras continuam bloqueando internet móvel

Apesar de o bloqueio ter voltado a ser considerado legítimo, ele não vale antes do dia 23 de julho

A campanha ?Não me desconecte!?, que denuncia e informa aos consumidores o descumprimento do compromisso público firmado entre as operadoras de telefonia celular e Ministério das Comunicações, Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), lançada pelo Idec em 23 de abril, garantia que não haveria corte de conexão de internet móvel durante 90 dias após a assinatura do documento, entre outras ações a serem promovidas pelas empresas.

No entanto, ao analisar o resultado da enquete publicada na homepage do Idec e de acordo com os inúmeros relatos recebidos pela instituição, percebe-se que esse acordo não vem sendo cumprido. No ar desde 18 de junho, a enquete que pergunta ?Sua operadora de celular bloqueou o acesso à internet após o fim do pacote de dados contratado como “ilimitado”?? indica que quase 80% das 370 pessoas que votaram continuam com a conexão de dados sendo bloqueada uma vez esgotado o plano de dados contratado.

?Quando as operadoras mudaram seu modelo de negócios no ano passado e passaram a cortar a conexão após o consumo do plano de dados contratado, o Idec considerou que isso constituía prática abusiva, uma alteração unilateral de contrato, além de divulgação de publicidade enganosa para aqueles que possuíam os planos ditos ilimitados. Na época, lançamos a Campanha não me desconecte!, que agora está sendo reeditada. Não mudamos nossa posição, mas estamos monitorando o compromisso feito entre o governo e as operadoras de não cortar a conexão até 23 de julho. Com isso, não apenas vamos mostrar o quanto as operadoras descumprem desde o mais simples compromisso até as normas da Anatel e o próprio Código de Defesa do Consumidor, como o fato de que o poder público tem feito muito pouco para proteger o direito à comunicação dos consumidores?, explica Cristiana de Oliveira Gonzalez, pesquisadora do Idec.

 

Compromisso público

No compromisso público firmado em 23 de abril de 2015, as empresas se comprometeram a lançar uma campanha informativa ao consumidor e promover ferramentas que permitam aos usuários acompanhar o consumo da franquia de dados, incluindo informações sobre novos planos e dicas para um melhor aproveitamento do plano de dados.

Tudo isso de acordo com um ?Código de Conduta para a Comunicação?, que foi lançado pelas operadoras no dia 17 de junho. Embora a campanha informativa já tenha sido iniciada, os consumidores ainda não foram informados sobre as alterações nos planos de internet móvel vigentes que resultarão no corte de conexão quando a franquia se esgotar.

As empresas teriam 90 dias para implementarem essas ações, mas há pouco mais de um mês para o fim do prazo de implementação, que se esgota em 23 de julho, as operadoras ainda não cumpriram tudo o que prometeram! E aqueles que já não foram desconectados, passarão a ser em breve.

Caso seja desconectado antes de 23 de julho, o consumidor pode acionar os órgãos de defesa como Procon, Consumidor.gov ou encaminhar a reclamação diretamente à Anatel, com o protocolo ou registro da reclamação.

Fique atento à comunicação de sua operadora sobre a questão, avisos sobre procedimentos de cobrança e etc.

 

LEIA MAIS:

Internet ilimitada X bloqueio de dados após uso da franquia

Por que não dá para suspender o WhatsApp no Brasil?

Eu, virtual: comportamento e estereótipo nas redes sociais

 






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS