A melhor forma de ganhar é não perder

Ciclo de Encontros NOVAREJO de julho discute a importância da prevenção de perdas no setor

Em um momento delicado e desafiador a questão das perdas é sensível a todo o setor e é preciso olhar para dentro de casa para aprimorar a operação. A edição de julho do Ciclo de Encontros NOVAREJO foi mediada por Jacques Meir, Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão e Silvio Laban, coordenador geral dos programas de MBA Executivo do Insper (Instituto de Ensino e Pesquisa), e teve como tema a importância da prevenção de perdas no setor e todas as suas vertentes.

De acordo com Meir, é na crise que as oportunidades aparecem. ?É fato que hoje todo mundo está tentando melhorar a eficiência e enxugar as equipes. Mas, não se pode esquecer que uma das principais perdas para uma empresa é a de conhecimento?, alerta. ?Tem casos em que se demite um funcionário e depois que ele sai aparece um elefante branco que ninguém mais sabe lidar?, completa Meir.

Para Laban, a área de prevenção de perdas de uma empresa deve ir além de segurança patrimonial. ?Tem de abranger também a perda de conhecimento, de vendas por ruptura ou problemas de estoque, e principalmente, evitar o desperdício em todos os aspectos, desde água e energia?, afirmou.

Além de levantarem a questão da falta de mão de obra qualificada para o varejo, os participantes discutiram o que o varejo oferece de atrativo para seus funcionários. Algumas redes que participaram do evento trabalham com planos de carreira, premiações e campanhas de incentivos. Segundo Meir, a redução de turnover também é uma forma de reduzir perdas e o engajamento é fundamental para isso. ?A empresa precisa gerar valor para o cliente e funcionários, oferecer um propósito?, disse. E isso envolve o ambiente da loja, layout e o uso da tecnologia para proporcionar melhores experiências de compra. Além disso, as empresas precisam aprender a contar suas histórias para se aproximar do público e criar uma identidade.

De acordo com Laban, diante de um cenário complicado como o que estamos vivendo, para ganhar rentabilidade é preciso deixar de perder. ?Existem empresas em que o índice de perdas é maior que o de lucro, e isso é inadmissível?, completa o especialista. A busca por eficiência deve existir sempre.

O Ciclo de Encontros de julho reuniu 20 profissionais da área de prevenção de perdas de redes varejistas de diversos segmentos do mercado, confira a relação participantes:

Jacques Meir – Diretor de conhecimento e plataformas de conteúdo do Grupo Padrão
Silvio Labam – Coordenador geral dos programas de MBA Executivo do Insper
Sérgio Mendes – Gerente nacional de prevenção de perdas da C&A
Rúbia Pacheco – Analista de prevenção de perdas do Sonda Supermercados
Adilson Souza ? Gerente de prevenção de perdas do Sonda Supermercados
Michel Sindeaux ? Supervisor de prevenção de perdas do Sonda Supermercados
Karen Silva ? Analista de RH da Dudalina
Tibor Gollovitz ? Supervisor de varejo da Aramis
Felipe Rangel ? Diretor Comercial da Aramis
Hortis Fernandes – Supervisor de varejo da Aramis
Túlio Landin ? Diretor financeiro da Track & Field
Júlio Mendes ? Gerente de auditoria e controles internos da Track & Field
Marcos Gonçalves – Diretor de operações do Habib?s
Alexson Rodrigues- Gerente Regional da Hortifruti
Alfredo Honorato – Diretor financeiro da Drogaria Iguatemi
Renato Mazzarolo – Diretor administrativo financeiro da Saint-Gobain/Telha Norte
Anderson Costa – Líder de sistemas da Drogaria Onofre
George Ozzobon – Gerente de recuperação e risco da Netshoes
Josué Varella ? Diretor Comercial da TNG
Fábio Perelli ? Gerente de prevenção de perdas da Sodimac

A cobertura completa do evento você acompanha na edição 42 da Revista NOVAREJO.

Leia mais

O que é Big Data?

Chega de “mi-mi-mi”

Hora de mudar a cultura




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS