Brasileiros acumulam R$ 12 bilhões em eletrônicos usados

Pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo site OLX, mapeou o mercado de produtos usados com potencial de venda no país

Segundo o estudo, realizado com 2.002 pessoas, de 16 anos ou mais, 38% dos brasileiros afirmam possuir itens sem uso que poderiam ser comercializados, somando cerca de R$ 105 bilhões.

“Os dados da pesquisa do IBOPE confirmam nossa percepção de que a categoria de eletrônicos, celulares e informática é uma das que mais crescem na OLX. Hoje, a velocidade de atualização de tecnologias é muito alta e as pessoas acabam trocando com frequência seus equipamentos e não sabem qual destino dar ao antigo?, afirma Marcos Leite, Chief Commercial Officer da OLX Brasil. Segundo ele, os brasileiros trocam de aparelho celular, em média, a cada seis meses.

Confira no infográfico abaixo os resultados do estudo realizado pelo IBOPE.


 

Para o destino correto
Abaixo estão alguns endereços e/ou telefone de locais que aceitam doação ou que recolhem os eletrônicos.

CDI
O Comitê para a Democratização da Informática (CDI) é uma ONG dedicada à inclusão digital, com sede no Rio de Janeiro e presença em 12 países. Em São Paulo, trabalha em parceria com a FUNDETEC, que oferece mão de obra para recondicionamento de computadores, e com a companhia de reciclagem de lixo eletrônico San Lien, que coleta materiais sem condições de reaproveitamento.

Para doar ao CDI, é preciso entrar em contato com a unidade regional mais próxima e informar-se sobre o processo adequado de envio. Em São Paulo, a oferta deve ser negociada pelo e-mail doacao@cdisaopaulo.org.br.

CDI (21) 2558-5695 e (11) 3666-0911, ramal 23.

Computadores para Inclusão
Os Centros de Recondicionamento de Computadores (CRC) recebem equipamentos doados por pessoas físicas, empresas e órgãos públicos a fim de reutilizá-los em atividades de formação educacional e profissionalizante de jovens de baixa renda. As oficinas são realizadas pelo projeto Computadores para Inclusão. O programa é uma ação do Ministério das Comunicações e faz parte da política de inclusão digital, que também busca oferecer alternativas de renda para catadores de lixo e comunidades carentes. Atualmente, os CRCs funcionam nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Lauro de Freitas (BA), Porto Alegre (RS) e Recife (PE).

Projeto CRC (61) 3311-6389

Descarte Certo
Com cobertura nacional, o Descarte Certo oferece coleta em domicílio de materiais eletrônicos e seu envio aos locais adequados de reciclagem. A empresa presta serviço para pessoas físicas e jurídicas e recolhe itens de pequenas ou grandes dimensões. Também atua em parceria com supermercados, seguradoras, lojas e alguns projetos sociais. Para agendar a coleta, preencha um cadastro no site da empresa. No formulário, é preciso especificar por qual empresa ou seguradora será feito o descarte. Caso seja feito diretamente pelo Descarte Certo, o custo para a coleta dos equipamentos mais comuns varia entre 39,90 reais para três equipamentos pequenos; 69,90 reais para até dois equipamentos médios; e 139 reais para um produto de tamanho grande.

Descarte Certo (11) 4153-1777

CEDIR
O CEDIR-USP tem o maior centro público de descarte de lixo eletrônico da América Latina. O galpão de 450 metros quadrados recebe eletrônicos da Categoria 3, que inclui equipamentos de informática e telecomunicações, como computadores, celulares, teclados e mouses. Os materiais podem ser enviados somente por pessoas físicas e são reaproveitados em instituições e entidades parceiras. É preciso abrir um chamado técnico pelo help desk do Centro de Computação Eletrônica da USP, nos telefones (11) 3091-6454/6455/6456 e agendar o envio dos equipamentos.

CEDIR – USP (11) 3091-6400
 
Coopermiti
A cooperativa especializada em coleta e reciclagem de lixo eletrônico está localizada em São Paulo e tem capacidade para receber até 100 toneladas de produtos mensalmente. Empresas e consumidores podem levar os equipamentos diretamente para o galpão da Coopermiti, na Barra Funda, ou agendar uma coleta para grandes quantidades de resíduos com um caminhão. A coleta é feita gratuitamente em parceria com a prefeitura da cidade. Também há vários pontos de coleta espalhados pela cidade de São Paulo, que podem ser consultados no próprio site da cooperativa.

Coopermiti (11) 3666-0849

Rota da Reciclagem
O site agrupa diversos centros de recolhimento de e-lixo. Procure ainda por cep e endereço aquele centro mais perto da sua residência ou empresa. Acesse, é rápido e simples.

E-Cycle
Recolhem não só lixo eletrônico, mas outros tipos de resíduos. Você digita seu CEP, marca o que quer descartar e a plataforma aponta os postos de coleta mais próximos de seu local. Para acessar, clique aqui.

Devolva para o fabricante
Uma das medidas mais interessantes da PNRS é a logística reversa, que responsabiliza os fabricantes pelo recolhimento dos produtos depois do consumo. Confira algumas empresas que adotam a prática.

Apple – Oferece código para envio gratuito de qualquer produto pelos Correios. Pedidos pelo 0800-7723126 ou applecs@oxil.com.br.

HP – Cartuchos podem ser descartados nas lojas da marca e nas redes Kalunga ou Saraiva. Para outros equipamentos, envie pedido pelo e-mail reciclagem@hp.com.

Sony – A Sony coleta pilhas e baterias em postos autorizados ou nas lojas da marca. Instruções aqui.

Samsung – Eletrônicos e cartuchos são retirados pela empresa em casa com agendamento pelo site.

Positivo – Há um SAC com informações sobre a reciclagem e postos de coleta mais próximos no recicle@positivo.com.br e nos telefones 4002-6440 (São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Brasília) e 0800-6447500 (outros locais).

Dell – Recolhe produtos em todo o país, com agendamento pelo site.

Lenovo – Informa o melhor local para a coleta pelo SAC no 0800-8850500 ou reciclar@lenovo.com

Epson ? Para reciclar cartuchos da marca, veja este link.

Itautec ? Para saber como proceder com a reciclagem de produtos desta marca, clique aqui.

LG ? Informações de como enviar seus materiais velhos e pontos de coleta por estado podem ser encontrados aqui.

Motorola ? As condições para o descarte Eco-moto podem ser conferidas clicando aqui.

Além disso, todas as operadoras de celular têm coleta de baterias e aparelhos em suas milhares de revendas espalhadas pelo Brasil.

Com informações dos portais INFO e Oficina da NET.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS