Lixo eletrônico: o que fazer com meu celular antigo?

A Política Nacional de Resíduos Sólidos obriga as empresas a realizarem logística reversa. Veja os caminhos indicados pelas operadoras de telefonia

Você tem algum celular guardado em casa? São muitas as pessoas que respondem ?sim? para essa pergunta, segundo a gerente de sustentabilidade da Telefônica Vivo, Juliana Limonta. Os motivos variam, mas o fato é que existem gavetas escondendo aparelhos eletrônicos por aí.  

Mas, afinal, se quisermos de fato colocar os celulares no lixo, como deveremos agir? Para onde devemos levá-los? Implementada em agosto de 2010, a Lei nº 12.305/2010 institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e obriga as empresas a colocarem em prática atividades de logística reversa, indicando um caminho para os consumidores em situações como essa.

A surpresa, nesse caso, é que as companhias estão realmente colocando a lei em prática e trazendo soluções para a vida dos clientes ? e realmente vale experimentar, para saber se os serviços funcionam.

Um apoio à troca
A Telefônica Vivo, por exemplo, realiza logística reversa em todo o Brasil. Isso quer dizer que, hoje, o cliente pode levar os aparelhos aos mais de 3400 pontos de coleta oferecidos pela empresa. ?Temos também um programa que permite que os clientes ganhem créditos entregar smartphones nas lojas. Com isso, pode ganhar produtos mais novos?, conta Juliana.

Nas lojas da Oi, também é possível encontrar urnas coletoras de celulares, baterias e acessórios. ?A companhia estruturou também o Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, à luz da Política Nacional de Resíduos Sólidos?, conta o diretor de relações com Investidores e Sustentabilidade, Marcelo Ferreira. O projeto teve como base os seguintes pilares: capacitação de fornecedores-chave, adequação do armazenamento de resíduos e implementação de procedimento para a gestão documental dos resíduos.

A TIM, por sua vez, criou o programa Recarregue o Planeta. Por meio dele, realiza coleta, tratamento e destinação ambientalmente correta de celulares, baterias usadas, fones de ouvido, cabos de dados e carregadores. As urnas de coleta também estão disponíveis nas lojas.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS