Pontualidade de pagamentos fica estável entre MPEs

Indicador de pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas atinge 95,5% no 1º semestre

A pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas atingiu 95,5% na média do primeiro semestre do ano. A cada mil pagamentos realizados, 955 foram quitados à vista ou com atraso de no máximo sete dias.

A informação é do Indicador Serasa Experian da Pontualidade de Pagamentos das Micro e Pequenas Empresas, divulgado hoje (21).

De acordo com o levantamento, o nível de pontualidade no primeiro semestre do ano ficou praticamente estável em relação ao observado durante o mesmo período de 2014 (95,3%).

As micro e pequenas empresas do setor comercial apresentaram o maior nível de pontualidade dos pagamentos: 96,3% (96,0% no 1º semestre de 2014). Entre MPEs industriais o índice foi de 94,2% (94,4% no 1º semestre de 2014) e, por fim, a o setor de serviços atingiu 94,6% nesse primeiro semestre do ano (94,3% no 1º semestre de 2014).

Segundo os economistas da Serasa Experian, a estabilidade desse nível foi obtida graças à racionalização de custos e despesas por parte das MPEs, o que reduziu o valor médio dos compromissos assumidos.

O estudo mostrou que o valor médio dos pagamentos pontuais caiu 1,9% na comparação com o mesmo período de 2014, foram R$ 1.944 contra R$ 1.982. Entre os segmentos, o valor médio maior foi de serviços com R$ 2.006 no 1º semestre de 2015 contra R$ 2.078 no mesmo período do ano passado (queda de 3,5%). Em seguida aparecem as empresas comerciais com R$1.960 no 1º semestre de 2015 contra R$ 2.001 (queda de 2,1%). E o valor médio do segmento industrial foi R$ 1.856 contra R$ 1.778 (alta de 4,4%).

Leia mais

Sobe pontualidade de pagamentos entre o comércio

Pontualidade de pagamentos se mantem estável

Pontualidade de pagamentos recua em maio




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS