Vendas para Dia dos Pais devem ser menores em SP

Segundo FCDLESP, pode haver alta 1,25%, sem o desconto da inflação. O ticket médio não deve passar de R$ 100

As vendas para o Dia dos Pais devem ser 1,25% maiores no Estado de São Paulo, segundo pesquisa divulgada hoje (23) pela FCDLESP (Federação das Câmaras de dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo). O valor, contudo, é nominal – sem o desconto da inflação.

Para este ano, os comerciantes têm a expectativa de manter números inferiores a 2014. Ano passado, as vendas para a data registrou alta de 4% nas vendas.

O resultado não é surpresa, uma vez que os lojistas do Estado registraram queda nas vendas em datas como Dia das Mães e Namorados.

O cenário negativo tem forçado os lojistas a antecipar promoções – o que influencia o faturamento das lojas, mas possibilita aos consumidores comprar mais e gastar menos. O ticlet médio de compras deve ficar entre R$ 60 e R$ 100.

Ainda assim, a Federação está otimista com relação ao desempenho do segmento no segundo semestre.

?A tendência é que o segundo semestre seja mais positivo para o varejo, pois, além do Dia dos Pais, temos ainda Dia das Crianças e o período de festas de fim de ano que sempre movimentam o comércio. De qualquer forma não podemos ignorar toda a adaptação que os pequenos empresários estão sofrendo?, afirmou, em nota, o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff.

Leia mais

Vendas da Via Varejo despencam no trimestre

Número de famílias endividadas cai em julho

Dia dos Pais deve colocar R$ 3,8 bi no comércio




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS