A palavra do momento é produtividade

Cuidado ao reduzir custos, você pode pagar caro lá na frente, disse Jorge Jubilato, diretor de RH da C&C

Em palestra no BR Week 2015, Jorge Jubilato, diretor de Recursos Humanos da C&C ? Casa e Construção (empresa do Conglomerado Alfa) apresentou suas estratégias para aumentar a produtividade das equipes.

Diante do cenário instável que se estabeleceu no Brasil, Jubilato fez o recomendado: olhou para dentro e foi analisar a fundo o quadro de funcionários visando aumentar a produtividade deles. ?Em tempos difíceis não adianta ficar lamentando. Optamos por melhorar a satisfação das pessoas, reduzir custos para aumentar os resultados?, disse.

O diretor mudou a estratégia de gestão de pessoas e fez uso de indicadores para fazer um planejamento no modelo básico, com uma planilha de Excel. ?Com os dados verificamos as lojas que tinham o maior turnover e visitamos cada uma delas para analisar o que estava acontecendo. E por meio de diversas mudanças reduzimos significativamente os resultados?, afirmou Jubilato.

As principais mudanças foram: a revisão do código de conduta, dos processos, no perfil de seleção, a empresa passou a fazer comemorações das datas especiais e de conquistas, a revisão da política de benefícios (incluindo a cesta básica nos benefícios), melhorando a comunicação interna, e incluindo a decisão compartilhada de desligamentos. Jubilato disse que passou a acompanhar mais de perto os desligamentos para entender os motivos que levavam tantas pessoas a saírem das lojas. O diretor também implementou novas políticas de remuneração variável, para incentivar o trabalho em equipe e reduzir a competição interna e foi criada uma universidade corporativa, para fazer um trabalho de capacitação, principalmente dos líderes. Além disso, foram criados um site corporativo e um perfil nas redes sociais, facilitando a comunicação entre toda a rede. ?Isso trouxe benefícios importantes como a disseminação de boas práticas que acabaram sendo padronizadas para todas as lojas?, comentou o diretor.

?Já estamos sentindo os resultados dessas mudanças, fechamos o ano de 2014 com 30% de turnover e nesses primeiros seis meses de 2015 estamos com 15%. Devemos fechar em um resultado semelhante ao ano passado. Não e o ideal, mas já é muito bom?, explicou. Segundo Jubilato, turnover zero também não é bom, porque é saudável ter pessoas novas também.

Com as mudanças também foi alterada a jornada de trabalho dos colaboradores, incluindo mais uma folga semanal, opcional. Jubilato mostrou resultados importantes de redução nos custos com o quadro de funcionários: redução no turnover de zero a seis meses, que era o maior, o absenteísmo reduziu 20%, as horas extras 40% e houveram economia em vale transporte e refeição, e os colaboradores trabalham mais felizes.

Leia mais

Como criar proposta de valor para diferentes públicos?

A hora da produtividade

A rede mais multicanal do Brasil






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS
ANUÁRIO Brasileiro de Relacionamento com Clientes

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS