Volume de cheques devolvidos chega a 2,14%

Resultado do 1º semestre deste ano é o pior desde 2009, segundo Boa Vista SCPC

Tempo de leitura: < 1 minuto

30 de julho de 2015

O número de cheques devolvidos, pela segunda vez por falta de fundos, atingiu 2,14% do total de cheques movimentados no primeiro semestre deste ano. Esse foi o pior resultado semestral registrado nos últimos seis anos, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Segundo o levantamento, no acumulado do primeiro semestre deste ano, os cheques devolvidos recuaram 5,3% em relação ao mesmo período de 2014. Na mesma base de comparação, o volume de cheques movimentados diminuiu 10%. Entre os de pessoas físicas a devolução foi 7,4% menor e para pessoas jurídicas 0,2% maior.

Considerando somente o mês de junho, o percentual de cheques devolvidos recuou e ficou em 1,98% do total movimentado. O resultado de maio havia sido 2,24%. Por outro lado, na comparação com junho de 2014 (1,85%), houve aumento.

O estudo mostrou também que o volume de cheques movimentados subiu 12%, enquanto que o numero de devolvidos caiu 1%. Esses resultados contribuíram para a queda do percentual no período.

Leia mais

Inadimplência com cheques é de 2,29% em maio

Inadimplência com cheques é maior desde 2009

Cheques sem fundos chegam a 2,32% em março




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS