Startup quer usar drones para plantar árvores e salvar florestas

Além de servir como suporte para câmeras e capturar excelentes imagens, um drone pode ser útil para algo muito maior

Por: - 4 anos atrás

A startup BioCarbon Engineering, localizada em Oxford, no Reino Unido, pretende utilizar esses aparelhos para plantar milhões de árvores por ano e salvar nossas florestas.

A missão da empresa inglesa, liderada por Lauren Fletcher, ex-engenheiro da NASA, é combater o desmatamento industrial utilizando o reflorestamento em grandes escalas. Primeiramente, é necessário a realização de um mapeamento, que será feito pelos drones, em diversas regiões do mundo, para saber onde a reflorestação é mais importante.

O segundo passo é enviar o drone a cada local, onde ele irá se manter a cerca de 2 ou 3 metros de distância do solo, em velocidade suficiente para furar a superfície e assim lançar sementes germinadas na terra, que serão recobertas por um hidrogel nutritivo que favorece seu desenvolvimento.

A empresa informa que um drone é capaz de plantar mais de 10 sementes por minuto. Desta maneira, se diversos drones forem usados, dois operadores conseguiriam plantar cerca de 36 mil árvores por dia. Em relação aos gastos, na totalidade a técnica custaria 15% do valor das técnicas tradicionais. ?Depois de as árvores terem sido plantadas, os drones podem ser utilizados para monitorizar o seu progresso e, se for preciso, para proceder a replantações?, afirma a empresa.

Confira abaixo o vídeo e entenda como os drones poderão ajudar nosso planeta.

UAE Drones for Good England.

Fonte: Ecodesenvolvimento.