InBrands cresce 16,7% no segundo trimestre

Empresa fecha trimestre com lucro de R$ 5,2 milhões e vendas em mesmas lojas sobem 11,6%

A InBrands, uma das principais holdings especializadas em vestuário do mercado brasileiro, fechou o segundo trimestre deste ano com uma expansão de 11,6% em suas vendas em mesmas lojas, levando o faturamento bruto da divisão de varejo a uma alta de 16,7% na comparação anual, para R$ 141,3 milhões. A receita bruta do atacado, porém, caiu 7,4% e fez com que a empresa tivesse uma receita praticamente estável no trimestre.

Os lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) foi de R$ 17,4 milhões, com margem de 9,2% e crescimento de 35,2% na comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro líquido da varejista alcançou R$ 5,2 milhões, contra R$ 0,1 milhão um ano atrás. A InBrands fechou o trimestre com 178 lojas próprias, 175 franquias e 5.761 pontos de venda multimarcas.

Em seu relatório de resultados, a empresa disse que frentes como a evolução de sua cadeia de suprimentos, do planejamento de sortimento das lojas, do treinamento, gestão e motivação da equipe de vendas, além de ajustes e aumento de qualidade em grupos de produtos, foram iniciativas implementadas recentemente e que geraram resultados positivos para a companhia.

Leia mais:
InBrands pode fazer IPO de R$ 500 milhões

De grife desejada a plataforma de operação de marcas

A maldição das 100 lojas




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS