Michael Jordan terá loja em Chicago

Nike abrirá até o fim do ano PDV exclusivo para marca do maior jogador de basquete da história

Há 30 anos, o primeiro tênis assinado por Michael Jordan chegou ao mercado e, sem exagero, mudou a história dos artigos esportivos. Desde então, o endosso de atletas a produtos se tornou uma constante e parte essencial da estratégia de marketing das empresas do setor. No caso dos produtos Air Jordan, o que começou como uma linha de calçados de US$ 65 em 1985 se transformou em uma marca separada de artigos esportivos (não apenas basquete), sob a tutela da Nike, e gera cerca de US$ 2,5 bilhões por ano.

No final deste ano, a Nike abrirá na 32 South State Street, em Chicago (onde mais, já que até hoje o ex-jogador dos Bulls é um ícone local?), o primeiro ponto de venda com a marca Air Jordan, comercializando apenas produtos exclusivos. Como aconteceu com as Nike Stores, porém, a ideia é que a marca tenha outras lojas e se expanda para uma rede pelo menos de abrangência em todos os Estados Unidos.

O ponto de venda não apenas oferecerá o sortimento completo de itens Air Jordan, mas também contará a história da carreira do atleta e contará com um espaço para eventos.

Leia mais:
Nike supera US$ 1 bilhão em vendas on-line

Swoosh cor-de-rosa

Muito além do produto

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS