Lâmpada precisa apenas da força da gravidade para funcionar

Embora pareça uma necessidade básica, nem todos têm acesso à luz elétrica, o que torna a iluminação do dia a dia um tanto difícil

Visando combater este problema, a lâmpada GravityLight é movida pela força da gravidade, não existe a necessidade de bateria, luz solar ou eletricidade para funcionar e, consequentemente, ajuda milhares de pessoas ao redor do mundo.

O dispositivo inovador e sustentável foi inventado por engenheiros do Reino Unido, preocupados em amenizar o problema que afeta 20% da população mundial, ainda abastecida com lâmpada de querose. O funcionamento também deveria ser o mais simples possível, para que a tecnologia alcançasse um maior número de pessoas.

Movido a um sistema de roldanas, basta adicionar 12 kg de peso em uma das extremidades do fio, como pedra ou areia, para que seja possível dar um ?puxão? para erguer o peso, que vai descendo até chegar à outra extremidade do fio ligada à lâmpada.

Os puxões fornecem, em média, de 20 a 30 minutos de luz, dependendo da altura que se chega através do peso. A gravidade então começa a agir de acordo com o tempo, movendo 0,04 polegadas do peso a cada um minuto em direção ao chão, o que faz com que seja produzida a energia cinética através do gerador, que acende o suporte de LED.

Confira no vídeo abaixo como ela funciona.

 Por ser concebida para famílias de países em desenvolvimento, a GravityLight está sediada no Quênia e promove a geração de emprego durante produção e comercialização. Para a segunda versão do dispositivo, são necessários 199 mil dólares, que já foram ultrapassados no site de financiamento coletivo  Indiegogo.

Além de econômica, com custo de aproximadamente 10 dólares, a lâmpada é um investimento seguro, já que o querosene, ao ser inalado, pode causar problemas cardíacos e respiratórios. O Banco Mundial estima que 780 milhões de mulheres e crianças respiram a fumaça liberada pelo querosene, o que é equivalente a inalação de 40 cigarros por dia.

Fonte: Hypeness.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS