Supermercados acumulam queda de 0,20% nas vendas

Em julho, o setor apresentou alta real de 4,97% em relação ao mês anterior, segundo Abras

No mês de julho, o índice de Vendas dos Supermercados apresentou alta de 4,97% (já descontada a inflação), em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo mês de 2014 houve queda de 1,32%. No acumulado do ano (de janeiro a julho), o indicador registra queda de 0,20%, na comparação anual.

Os dados são da Associação Brasileira de Supermercados e foram divulgados hoje (31). Veja detalhes na tabela abaixo.

ABRAS

De acordo com Sussumu Honda, presidente do Conselho Consultivo da Abras, o indicador mostra que o ritmo lento da economia brasileira já afeta as vendas do setor supermercadista. ?Por enquanto, podemos considerar as vendas praticamente estáveis em relação ao ano passado, mas trabalhamos por melhores resultados?, afirma.

Segundo o levantamento realizado pela Abras e pela Gfk, o Abrasmercado (cesta de 35 produtos de largo consumo) registrou alta de 0,82%, ao passar de R$ 411,03 em junho para R$ 414,40 em julho. As maiores altas foram impulsionadas por mussarela (5,22%), massa sêmola espaguete (4,84%) e farinha de mandioca (4,72%). Já as maiores quedas foram registradas por tomate (-4,62%), arroz (-2,45%) e margarina cremosa (-2,07%).

A região Norte do Brasil foi a púnica a registrar queda, de 0,15% em julho. Na outra ponta, o Nordeste registrou a maior alta, de 1,53%, seguida da região Sudeste com 1,30%.

Leia mais

Vendas dos supermercados sobem 8,08%

O supermercado do futuro: sem dados, sem produtos

Supermercado é centro da compra por impulso






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS