Design Thinking: inovação para todos

Esse é o momento de reinventar-se; quem não inovar será engolido pelos concorrentes e pelos novos modelos de negócio

Assim como o modelo educacional está ultrapassado, os negócios também precisam se reinventar. Essa foi a primeira afirmação de Renato Endo, CEO da servicedesignsprints.com, em sua palestra da edição 2015 do Conarec.

?Quem não inovar será engolido pelos concorrentes ou pelos novos modelos de negócios que estão sendo criados. Um exemplo é o Airbnb, que está ?roubando? uma grande fatia do mercado sem possuir nenhum hotel?, exemplifica o executivo.

De acordo com Endo, as empresas devem focar no cliente e considerar todos os produtos como serviços. ?Produto é avatar de serviço. Uma cadeira é um serviço, no sentido de serventia?, explica.

Segundo o executivo, muitos modelos de negócios estão ultrapassados e devem ser revistos. Mas a inovação só faz sentido se as pessoas estiverem no centro. ?O conceito de Design Thinking está acessível a todas as empresas e para aplicá-lo é preciso se colocar no lugar do outro e mergulhar no problema. Só então pensar nas soluções, criar protótipos e testar?, diz. ?Os clientes e os consumidores devem participar dos processos de inovação das empresas?, completa Endo.

Ficar só no âmbito da hipótese, em uma sala fechada, é perder tempo, segundo ele. Para inovar por meio do design thinking é preciso Incluir todas as pessoas envolvidas e mergulhar a fundo no problema. ?Assim é possível entender a jornada do cliente e adaptar sua empresa às necessidades dele?, finaliza o CEO.

 






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS