Crime organizado gera perda de US$ 30 bi nos EUA

97% dos varejistas do país foram vítimas de ataques em 2014, contra 88,2% um ano antes

As perdas do varejo americano por conta da ação do crime organizado vêm subindo. No ano passado, 97% dos varejistas sofreram com o problema, contra 88,2% em 2013, de acordo com a pesquisa Organized Retail Crime Survey, realizada pela National Retail Federation (NRF).

Segundo a NRF, as empresas estão tomando atitudes mais enérgicas para conter o problema, que gerou no ano passado uma perda de US$ 30 bilhões. Embora impressione, o número responde por 0,04% do faturamento do setor, ou US$ 453.940 para cada US$ 1 bilhão em faturamento. O número é ligeiramente superior aos investimentos feitos em pessoas para evitar perdas ainda maiores.

Segundo a NRF, as maiores fontes de crimes são o roubo de carga e os gift cards. O estudo mostra que 47% dos varejistas estão aumentando os investimentos em combate aos furtos, contra 41,3% na edição do ano passado da pesquisa.

Leia mais:
Aumentam roubos e fraudes no varejo

Fraude no e-commerce acontece mais na madrugada

Fraudes no varejo representam 7,3% do total no País






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS