Plano de carreira não é realidade no Brasil

Pesquisa revela que 70% das empresas ainda não oferecem plano de carreira, embora seja importante para os colaboradores

Quem está em busca de um emprego, especialmente os jovens da nova geração, busca certas características nas empresas. Uma delas, muito importante, é um bom plano de carreira. No entanto, a Pesquisa dos Profissionais Brasileiros – Um Panorama sobre a Contratação, Demissão e Carreira dos Profissionais, divulgada pela Catho, um dos maiores sites de empregos no Brasil, mostra que aproximadamente 70% das companhias não oferecem esse tipo de planejamento aos funcionários.

A pesquisa mostrou que mais de 50% dos entrevistados avaliam a perspectiva de crescimento profissional como ruim ou péssima. Ainda de acordo com o estudo, 9,2% dos profissionais vislumbram um horizonte de crescimento ótimo ou excelente e 39,3% acreditam que as perspectivas são boas. No ano anterior, esses percentuais eram de 8,7% e 42,9%, respectivamente.

O dado leva em consideração a ótica de funcionários questionados sobre a existência de um planejamento de carreira na empresa em que trabalha. ?Ainda percebemos que falta clareza das organizações sobre a importância dessa questão. Por outro lado, o profissional também tem que se apropriar da própria carreira e ser capaz de discuti-la junto com a companhia para determinar quais os próximos passos que fazem sentido?, afirma Murilo Cavellucci, diretor de gente e gestão da Catho.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS