Youtube e Twitter poderão vender produtos

Em breve consumidor poderá comprar produtos pelo Youtube ou pelo Twitter; as novidades estão em fase de implementação nos Estados Unidos

As redes sociais fizeram muito bem a lição de casa sobre social business: criaram um canal atrativo, simples e ágil de comunicação, com paciência conquistaram um enorme contingente de usuários, e agora começam a explorar sua notoriedade por meio da criação de formatos publicitários que geram não apenas engajamento, mas lucro.

Shopping Ads, este é o novo formato publicitário do YouTube. Nele o usuário poderá assistir a um vídeo com produtos identificado com a letra i dentro de um círculo. Ao passar o mouse por cima deste ícone surgirá uma barra lateral no vídeo que mostrará os mesmos produtos com seu preço e uma opção de clique direto para compra.

A novidade está em fase de desenvolvimento, segundo informou o blog de notícias oficiais da companhia Inside AsWords. A novidade chegará aos Estados Unidos nos próximos meses.

Twitter não ficará de fora

Twitter também anunciou novas mudanças. Além do possível aumento na quantidade de caracteres para publicações, a rede social revelou esta semana que marcas poderão usar sua conta para tuitar a venda direta de produtos.

Neste caso, o Twitter incorpora um botão de compra nos tuits. No momento a novidade só está disponível nos Estados Unidos e somente por meio do aplicativo móvel da rede social. A notícia chega justamente uma semana depois de a companhia anunciar a compra de uma startup de gestão de pagamentos móveis.

De acordo com o The Wall Street Journal, o modelo do negócio não está bem definido pelo Twitter, o qual poderá ficar com uma parte do lucro das transações por mobile.

Leia mais

Metade das operações bancárias serão feitas online em 2019

Acesso à internet pode tornar-se diretio civil básico

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS