Samsung Pay chegará ao Brasil em 2016

Tecnologia de pagamento para smartphones deve dispensar máquinas de pagamento

A sul-coreana Samsung informou através de sua assessoria de imprensa que a partir do primeiro semestre de 2016 as lojas físicas brasileiras poderão efetuar pagamentos de um celular para outro usando apenas o Samsung Pay, seu sistema próprio de pagamento. 

Leia também:
?Netflix? de games chega ao Brasil 

Uma grande vantagem para as varejistas, a nova solução elimina não somente as taxas de cartões de crédito, como também as cobranças mensais das empresas de máquina de cartão. O aplicativo utiliza tecnologia MST (Magnetic Secure Transmission) para simular a tarja magnética do cartão bancário tradicional e concluir transações de crédito ou débito.

Para utilizar a nova funcionalidade, as empresas deverão acoplar um módulo aos smartphones, o que irá possibilitar a transferência de valores através do chip NFC dos aparelhos. A Hankook será responsável pelo desenvolvimento do módulo, para o qual aguarda patente.

Leia também:
TOTVS e Samsung firmam parceria 

Por enquanto o sistema é compatível com os dispositivos Galaxy S6, S6 Edge, S6 Edge Plus e Note 5, e está disponível para comerciantes na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. Contudo, a marca garante que sua linha de smartphones para 2016 terá mais integrantes com suporte ao serviço.

A Samsung inaugurou esta semana o Gear S2 Galaxy Studio, um espaço em São Paulo onde o público pode testar e ver o funcionamento de diversos produtos da empresa, com destaque para o Samsung Pay. Localizado no Shopping Eldorado, o stand ficará disponível até o dia 24 de novembro.

Leia também:
Para Google, discutir multicanalidade é ridículo 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS