Startup quer promover turismo com voluntariado

A Vivalá conecta pessoas, promete ser alternativa a agências e quer fazer parcerias com pequenos negócios

A Vivalá nasceu com um objetivo: unir turismo e voluntariado. A startup quer ser uma alternativa às agências ao conectar pessoas com interesse em viajar e fazer algum tipo de ação voluntária no País.

Pela plataforma, o consumidor pode planejar transporte, hospedagem e benefícios. O aplicativo ainda está na versão beta, mas já conta com parcerias comerciais com Decolar.com e ChefsClub, que fazem com que a plataforma disponibilize mais de 200 mil opções de hospedagem, passagens aéreas de 500 companhias, locações de carros de mais de 30 companhias e benefícios em 1.600 restaurantes pelo País.

“Fizemos entrevistas em profundidade com potenciais consumidores e tivemos respostas claras de que viajar e fazer voluntariado pelo País eram desejos reais. O poder de escolha e personalização está na mão do usuário”, explicou em nota Pedro Gayotto, fundador e responsável pela comunicação da Vivalá.

Leia também
Startup cria serviço para entregar compras

“Em um país com a diversidade de destinos e atrações como o nosso, o potencial é imenso e pode ser melhor explorado” afirmou em nota, Daniel Cabrera, fundador e presidente da Vivalá.

A ideia da platagorma é iniciar expedições pelo Brasil para estabelecer parcerias com pequenos negócios turísticos, ajudando a movimentar a economia em comunidades locais e criando oportunidades reais de transformação social.

“Nossa ambição de longo prazo é tornar a Vivalá o mais diversificado e profundo canal de experiências dentro do Brasil. De grandes redes de hotéis nas capitais até o microempreendedor que recebe turistas em sua casa no interior do Amazonas – todos podem fazer parte da Vivalá” disse Daniel.

Leia também
Startup cria app que aumenta visibilidade das lojas






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS