6 Inovações francesas que mudaram os negócios

Descubra fatos que partiram da França para mudar o curso da história

O que o medo provocado por um ataque terrorista pode ter a ver com inovação? Para o franco-americano Soren Kaplan, fundador da consultoria de inovação estratégica InnovationPoint, as ideias inovadoras dependem da superação de obstáculos e, às vezes, sentimentos negativos são os maiores deles.

Leia também:
Netshoes lança cartão de crédito exclusivo 

?Os franceses contribuíram com ideias inovadoras que mudaram o mundo. Lembrar nossas conquistas nos ajuda a criar um senso de unidade, propósito e direção futura. É disso que se trata a superação do medo e, ao mesmo tempo, é algo que está no centro das inovações?, escreveu Kaplan em sua página no Linkedin. O empresário, que já trabalhou ao lado de empresas como Kimberly-Clark, Colgate-Palmolive e Red Bull, acrescentou: ?É na busca pelo novo, na superação de obstáculos e na atitude de ir além das dificuldades e tragédias que se encontra a força da humanidade.?

Numa publicação feita pela rede social três dias após os ataques na boate Bataclan, Kaplan reuniu alguns bons motivos para que os franceses permaneçam firmes e otimistas em relação ao futuro. Confira a seguir seis inovações francesas que mudaram não apenas a forma de se fazer negócios, mas o mundo.

1. A palavra Empreendedor
O termo foi inventado pelo economista francês Jean-Baptiste Say, e pode ser traduzido de forma genérica como ?aventureiro?. Em seus manuscritos, Say indicou que ?eram os empreendedores que identificavam a utilização ineficiente de recursos e capital e os transformavam em áreas de maior rendimento e produtividade?. Nascia então a ideia de empreendedorismo, ou seja, a procura por oportunidades de obter lucro e criar novos mercados, consequentemente repletos de novas oportunidades.

Leia também:
Reserva abre loja com barbearia, games e cerveja 

2. A Fotografia
A primeira foto permanente foi produzida em 1822 pelo inventor francês Nicéphore Niépce. A visão da sua janela em Le Gras entrou para a história ao aparecer na foto de natureza mais antiga que existe ? era a primeira imagem de uma cena do mundo real a ser formada por uma lente em câmera escura.

Contudo, as fotos tiradas com a câmera de Niépce exigiam um período de exposição extremamente longo (algo entre oito horas a vários dias). Numa parceria com Louis Daguerre, ele desenvolveu métodos de processamento pós-exposição que produziu resultados superiores: com ele o tempo de exposição, antes mensurado em horas, passou a ser medido em minutos.

Por causa de Niépce, Daguerre pôde tirar a primeira foto de uma pessoa em 1838, enquanto capturava a imagem de uma rua de Paris. Este novo processo foi anunciado publicamente como um presente da França para o mundo em 19 de agosto de 1839.

3. A Aspirina
Em 1853, o químico francês Charles Frederic Gerhardt foi o primeiro a preparar ácido acetilsalicílico (aspirina). Durante seu trabalho de síntese e as propriedades dos diversos anidridos, ele misturou o cloreto de acetila com sal de sódio de ácido salicílico (salicilato de sódio). Gerhardt batizou o composto que obteve de ?anidrido acético-salicílico?, a primeira aspirina.

4. A Pasteurização
A pasteurização foi inventada pelo cientista francês Louis Pasteur em 1864, quando ele descobriu que aquecer cerveja e vinho era o suficiente para matar boa parte das bactérias que causavam doenças, evitando que as bebidas estragassem. Hoje em dia, o processo de pasteurização é amplamente utilizado na indústria alimentícia para controle microbial e conservação de alimentos.

Leia também:
?Netflix? de games chega ao Brasil 

5. O Cinema
A primeira câmera de filmagem a ser patenteada foi desenvolvida pelo francês Louis Le Prince em 1888. Criada no mesmo ano, a câmera de lente única foi utilizada para produzir as primeiras sequências de filmagem da humanidade, as cenas em Roundhay Garden e Leeds Bridge. Sete anos mais tarde os irmãos Lumière usariam a tecnologia na primeira exibição pública de ?imagens em movimento? no Salon Indien Du Grand Café, em Paris.

6. A Câmera-telefone
Em 1997, Philippe Kahn criou a primeira câmera-telefone para compartilhar fotos instantaneamente em redes públicas. Para anunciar o aniversário de sua filha, Kahn equipou um telefone celular com uma câmera digital e enviou fotos em tempo real, enquanto celebrava a festa.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS