SP tem primeira estrada com proteção aos animais

Você alguma vez pensou que uma rodovia seria construída sem que a atenção principal fosse o ser humano?

Por: - 3 anos atrás

 
A rodovia Doutor Carlos Botelho (SP ? 250) é a primeira do estado com proteção aos animais. Seus 33 quilômetros vão de Sete Barras a São Miguel Arcanjo, no sudoeste paulista e quem trafega por ela deve seguir algumas regras diferentes das estradas comuns.

A velocidade máxima permita é de 40 km/h nas restas e 20 km/h nas curvas da Serra das Macacas. ?As pessoas virão conhecer as belezas da Mata Atlântica nessa que é também uma ligação importante do litoral sul de São Paulo e do Vale do Ribeira com a região de Sorocaba?, disse o governador Geraldo Alckmin. 

Segundo o governador, foi preciso uma lei especial para o calçamento da estrada porque ela corta o Parque Estadual Carlos Botelho, que coserva 37,6 hectares de Mata Atlântica e abriga espécies ameaçadas, como a onça pintada.

A rodovia tem calçamento de bloquetes, feito para gerar ruído no atrito com os pneus a fim de alertar os animais. Existem 16 passagens aéreas ? um tipo de passarela que liga a copa das árvores ?, 12 passagens subterrâneas e mirantes para observar a mata e as aves. Além disso, existe um ambulatório médico para atender animais feridos. 

A passagem dos veículos é controlada nos portais que ficam nos dois extremos da estrada. Na entrada, os condutores devem parar para receber uma ficha de controle, que é devolvida na saída. 

Essa ação é feita para evitar furtos e tráfico de animais silvestres. Em caso de suspeita, os veículos serão revistados. 
O governo do estado investiu R$ 54,7 milhões na construção da rodovia. 
 
Com informações do Estadão.