Negócio sustentável e sem crise

Tem PET na sua camiseta. Você trocaria as peças comuns por outras, sustentáveis? 

Uma pequena empresa de São Paulo, A Camiseta feita de PET, faz sucesso com camisetas feitas de materiais reciclados. Silvia Prado e Vanda Ferreira, as sócias, acharam interessante começar uma empresa amiga do ambiente.

Silvia conta que já conhecia camisetas feitas da mesma forma, mas que não eram comercializadas. ?Tínhamos um produto universal aliado à questão ambiental. Concluímos que era algo que tinha condições de dar certo. E deu?.

?No começo, batemos cabeça, perdemos dinheiro, fomos bastante prejudicadas por falta de conhecimento técnico?, diz Silvia. Desde 2010, foram investidos 800 mil reais em novas estruturas, equipamento, consultoria e outras melhorias. O faturamento médio mensal está na casa dos 250 mil reais neste ano – um crescimento de 35% sobre 2014.

?Este foi o nosso melhor ano de vendas, apesar da crise?, afirma Silvia. Após estudarem o produto e o processo industrial, as sócias agora dominam a produção e, até o final do ano, a empresa pagará esse investimento.

Realidade
A empresa tem engajamento ambiental e social, mas sem deixar o lucro de lado. No ano passado foram recolhidas dez toneladas de garrafas PET pelo projeto ?Eu faço a diferença no mundo?, que organiza gincanas em escolas para recolhimento de matéria-prima.

As camisetas têm durabilidade de aproximadamente 15 anos e levam apenas tinta à base de água, menos agressiva ao meio ambiente.

Do lado social, Silvia conta que a empresa já teve e tem funcionários que são ex-presidiários, transexuais e gays. Além disso, o comércio local é priorizado nas compras de produtos e retalhos são doados para projetos sociais.

?Se a empresa for séria, transparente e tiver todo o processo produtivo controlado, ela pode ter lucratividade sem agredir outras empresas ou o meio ambiente. Mostramos ao mercado que não é utopia vender uma camiseta de qualidade por um preço justo?, afirma Silvia. 

Confira o vídeo abaixo com detalhes sobre a confecção.
*Com informações da Exame. 





ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 262: O consumidor é phygital

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

VEJA MAIS