Corte pode fechar vagas no varejo paulista em 2016

Único segmento varejista que gerou vagas em 2015 pode ver piora no desempenho. Saiba qual

Em meio às discussões do ajuste fiscal e das várias promessas de preservação dos programas sociais, foi anunciado recentemente um corte de R$578 milhões nos recursos destinados ao Programa Aqui Tem Farmácia Popular. A iniciativa poderá afetar a geração de empregos no setor de farmácias e perfumarias, o único varejista que, mesmo durante a crise, apresentou ?expressiva contratação? em 2015, segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Leia também:
4 Frentes para aumentar o ROI no Brasil 

De acordo com a entidade, o fim do Farmácia Popular causaria o fechamento de milhares de vagas formais nesse segmento varejista, já que , se for levada adiante, a redução afetará principalmente as pequenas e médias farmácias. Outra consequência seria o aumento da concentração das grandes redes no mercado.

Leia também:
Sweet Cosméticos adia expansão 

A medida acarretaria o fechamento de farmácias de pequeno e médio porte que têm parcela significativa de seu faturamento vinculado ao programa. O fim da verba, que ainda precisa ser aprovado pelo Congresso, afetará os medicamentos oferecidos com desconto e o efeito será imediato.

Confira mais detalhes sobre o programa e os números do setor farmacêutico no infográfico abaixo: 

Leia também:
Sul-coreano cresce os olhos na Saraiva 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS