Captador de água movido a energia solar

O equipamento é uma alternativa para a produção rural ? o setor que mais consome água no país

 
A agricultura e a pecuária estão entre as atividades responsáveis por grande parte das emissões globais de gases de efeito estufa. Para minimizar os impactos ambientais, diversas empresas têm desenvolvido tecnologias mais eficientes. Um desses exemplos é um sistema de captação de água equipado com placas fotovoltaicas.

Criado pela empresa brasileira Anauger, o P100, consegue captar água e destiná-la aos reservatórios sem que seja necessária a utilização da eletricidade vinda das redes de transmissão. O equipamento foi lançado em 2011 e ajuda a melhorar as condições principalmente em fazendas afastadas e não cobertas pela rede elétrica.

De acordo com Marco Aurélio Gimenez, o intuito do equipamento é ajudar produtores a terem água de qualidade, obtida de forma sustentável e muito mais econômica.

A tecnologia proporciona altas vazões de água, com baixa potência e bombeamento constante, independente de variações no nível de irradiação solar. A água é captada dos poços para a superfície e abastece bebedouros ou reservatórios.

O produto funciona por mieo da bomba. Em um dia de sol intenso, o equipamento é capaz de bombear mais de oito mil litros de água ininterruptamente.

 
*Via CicloVivo.
 
 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS