5 dicas para prevenir furtos na “muvuca” de Natal

No período, aumentam as chances de furtos no comércio. Veja como evitar possíveis perdas

As perdas no varejo só crescem. O setor representa cerca de 7,5% das fraudes de identidades que ocorrem pelo País. Já roubos, furtos e problemas operacionais fizeram o varejo perder o equivalente a R$ 37 bilhões em faturamento, segundo o Ibevar. O valor corresponde a 2,89% do faturamento total do setor no ano passado.

No Natal, as chances de esse número aumentar são ainda maiores. É que o aumento do fluxo de pessoas nas lojas dá chances para furtos – tanto por parte de clientes mal intencionados como de funcionários que aproveitam a “oportunidade”.

?Tudo que o ´furtante´ precisa para ter mais oportunidade é de uma ´muvuca´, o que por outro lado afasta os bons clientes. Ou seja, prejuízo dobrado para o varejista?, afirmou em nota Luiz Fernando Sambugaro, diretor de Comunicação da Gunnebo Brasil, fornecedora de soluções antifurto para o varejo.

O especialista lista cuidados que tanto o grande como o pequeno varejista devem adotar para evitar cair em ciladas.

Leia também
Perdas no varejo somam R$ 37 bilhões

1. Respeito entre líderes e funcionários
Desrespeito e maus tratos costumam gerar reações adversas que podem prejudicar o rendimento da equipe, gerar manipulações e resultar em furtos internos.

2. Planejamento com antecedência
Evite introduzir novos sistemas ou novas orientações a equipe às vésperas de uma data comemorativa. Toda e qualquer mudança deve ser feita com meses de antecedência, a menos que seja uma empresa já estruturada em prevenção de perdas ou que tenha profundo conhecimento dos problemas e das soluções técnicas e administrativas.

3. Conscientização
Para os varejistas que ainda não perceberam que o furto ocorre também em sua loja, com maior ou menor intensidade e de forma crescente, a recomendação é, no mínimo, orientar a equipe sobre o assunto e instruir a gerência sobre procedimentos específicos para os períodos de maior movimentação.

4. Organização
Manter a loja organizada, principalmente a área de estoque, facilita o controle e diminui automaticamente o número de fraudes. Não permita que sejam acumulados produtos em cima do balcão; jamais deixar que o cliente entre com muitas peças ao mesmo tempo nos provadores; utilize uma tag indicando com quantas peças ele entrou, nunca dê as costas enquanto o cliente escolhe o produto e controle as câmeras instaladas na loja.

5. Invista em prevenção de perdas
A tecnologia antifurto permite aos gestores tomarem medidas necessárias para combater os prejuízos. Cada sistema permite exposição livre para o autosserviço com resultados eficazes no combate aos furtos e, se utilizados de forma integrada, aumentam ainda mais o nível de vendas e prevenção de perdas.

Leia também
Varejo responde por 7,5% das tentativas de fraudes

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS