2016 é ano de Olímpiada: 10 lições dos campeões

Saber e não fazer é o mesmo que não saber. Avalie sua performance profissional

O final do ano se aproxima e, normalmente, é um momento reflexivo, período onde parece que ?fechamos para balanço?, avaliamos as conquistas e o que faltou fazer para atingir alguns objetivos.

Leia também:
7 Dicas de liderança de Frank Underwood 

Aproveitando a proximidade com as Olimpíadas no Rio de Janeiro, Erik Penna, especialista em vendas, consultor, palestrante e autor dos livros ?A Divertida Arte de Vender? e ?Motivação Nota 10?, faz uma analogia entre os principais mandamentos dos esportistas campeões e as atitudes do profissional que almeja o sucesso.

Ele sugere alguns passos para você fazer uma autoavaliação sobre sua performance profissional e aplicação de cada uma destas competências em seu cotidiano. E lembra: ?saber e não fazer é o mesmo que não saber.?

1) Preparação: já parou para pensar quantas horas por dia os medalhistas olímpicos treinam? E qual foi a última vez que você participou de um treinamento? Está sempre atualizado sobre a concorrência? Conhece as novas técnicas para aperfeiçoar o que faz? Mark Spitz, nadador e vencedor de 11 medalhas olímpicas certa vez explicou: “Muitos querem ganhar, poucos querem treinar.” 

2) Alegria e paixão: já que se dispôs a fazer, faça com excelência. Então melhor fazer com brilho nos olhos, alegria, prazer e paixão. “Encontre um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida.? (Confúcio).

3) Disciplina: fazer o que precisa ser feito, e não fazer apenas o que é cômodo. É preciso atuar e querer mais do que todos os outros. “Você faz suas escolhas, suas escolhas fazem você.? (Steve Beckman).

4) Persistência e comprometimento:apenas 8% das pessoas atingem as metas propostas, ou seja, 92% desistem pelo caminho. “Quem tem um porque enfrenta qualquer como.? (Viktor Frankl).

Leia também:
4 Frentes para aumentar o ROI no Brasil 

5) Superação: quer ser reconhecido como um destaque, saiba que o que é fácil qualquer um faz, já se for difícil, aí é somente para os campeões. “Se não puder se destacar pelo talento, vença pelo esforço.? (Dave Weinbaum).

6) Planejamento: sabe onde quer chegar? Tem isso registrado por escrito? Sabe como, onde e quando vai chegar lá? ?Quem falha em planejar, planeja falhar.? (Benjamin Franklin).

7) Trabalho em equipe: os medalhistas costumam valorizar seus líderes, mentores e as pessoas ao seu redor. ?O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.? (Michael Jordan).

8) Resiliência: a capacidade de ajustar as velas durante o trajeto, de se fortalecer diante das adversidades. ?Você pode se lamentar das circunstâncias ou se preparar para as circunstâncias.? (John woode).

9) Motivação: já foi comprovado cientificamente que uma pessoa motivada e otimista rende mais que o pessimista. “Sem motivação os dons mais raros permanecem estéreis.? (Lévy-Leboyer).

10) Foco e intensidade: “Se você pode sonhar, pode realizar.” (Walt Disney).
Quer ver o sonho se concretizar? Ter alguns períodos de euforia e vontade não trará o troféu desejado. É preciso ser intenso do começo ao fim. Se você resolveu fazer algo, que faça com a determinação e o apetite de um verdadeiro campeão.

Ao analisar estas competências, dá para entender que realmente o sucesso não ocorre por acaso e porque algumas pessoas chegam ao pódio e outras ficam no quase.

Leia também:
Brasileiros pesquisam mais antes de comprar 






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS