Comece 2016 investindo!

Sobrou o 13º? Que tal investir? Confira dicas de especialista

É fato que estamos em um momento turbulento no Brasil e que muitas famílias estão lutando para pagar as contas. Isso evidencia também outra necessidade que todos devemos aprender: economizar para o futuro ? ou para, no mínimo, não passar aperto em uma situação mais complicada.

O final/ início do ano pode ser uma época boa para isso. Primeiro, porque estamos dispostos a mudar. Em segundo lugar, porque recebemos um abono, o famoso 13º. Apesar de todas as contas do começo de ano ? IPVA, material escolar, matrícula e outras, é possível pensar em um aporte financeiro a partir do décimo. Tádzio Carloni Gaspar, analista de investimentos do Bullmark Financial Group*, aponta abaixo algumas ideias sobre o assunto. É bom lembrar que, se a ideia é um bom investimento a longo prazo, vale procurar a ajuda de um profissional!

Supondo que as pessoas já tenham pago suas dívidas, quais são as melhores opções para investir seu 13º?

Quando se fala em investir o 13º, supõe-se que a pessoa ainda não possui investimentos com montantes elevados e, portanto, as opções podem ser um pouco mais reduzidas. Dentro desta linha, as opções mais atrativas dentro dos grandes bancos costumam ser o Tesouro Selic (pós-fixado), que remunera o investidor à Taxa Selic menos os custos de custódia; ou as LCIs e LCAs, papéis semelhantes aos CDBs, porém isentos de imposto de renda para pessoa física. Além destas opções, é possível abrir um pouco mais o leque, investindo através de uma corretora, que pode oferecer CDBs/LCAs/LCIs de bancos médios com taxas mais atrativas e bons fundos de investimentos. Entretanto, neste caso, sugiro buscar algum tipo de orientação profissional, pois é preciso um pouco mais de conhecimento para selecionar os produtos adequados para o seu perfil.

O que pode falar sobre a poupança?

A poupança é um dos piores investimentos que existem, principalmente no atual cenário de inflação elevada. Hoje em dia, quem tem dinheiro na poupança não está conseguindo nem mesmo manter o poder de compra, pois a inflação está mais alta do que sua remuneração. Neste caso, ela deve ser utilizada apenas para reservas emergenciais de valores bem baixos, devido à sua praticidade.

Pode dar algumas dicas para quem pretende investir o dinheiro?

Uma dica importante é tomar cuidado com os produtos ofertados pelos bancos. É comum diversos bancos oferecerem produtos que não condizem com o seu perfil ou que possuem taxas muito elevadas. O ideal é conversar com profissionais que trabalham especificamente com investimentos, a fim de buscar uma orientação. Caso isso não seja possível, pesquise e leia um pouco para conhecer as opções de investimento. Muitas vezes, não se trata de escolher o melhor produto disponível no mercado, mas sim de escolher o produto mais adequado para as suas necessidades. Também fuja de promessas de rentabilidade muito elevadas, que podem ser ofertadas até mesmo fora dos bancos. Geralmente se tratam de investimentos de alto risco que devem ser estudados e analisados com cuidado, para que se saiba exatamente quais os risco tomados e se estes são condizentes com o seu perfil.

E para quem tem dívidas, o ideal é pagá-las ou pedir um empréstimo pessoal e investir o 13º? Como deve agir?

Depende. Caso você seja uma pessoa que está constantemente endividada e que possua dificuldade de gastar menos do que ganha, é melhor pagar a dívida o quanto antes. Caso sua dívida seja pontual e faça parte de um planejamento, é preciso analisar as condições. Alguns empréstimos possuem taxas excepcionalmente baixas, o que pode fazer sentido mantê-los e investir o 13º. Além disso, alguns financiamentos não oferecem benefício algum em antecipar o pagamento, nem mesmo a redução dos juros, e nesse caso não faria muito sentido antecipá-los também.

* O Bullmark Financial Group é uma empresa brasileira especializada em Gestão de Patrimônio e Assessoria Financeira Independente.

Leia Mais:

Saia do vermelho em 2016

5 dicas para escolher a melhor maneira de pagar a faculdade

Para onde vai o 13º salário do brasileiro?

 

 

 






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS