Número de falências sobe 7,3% em 2015

Empresas de todos os tamanhos pediram pra fechar as portas, mas um porte concentrou metade dos pedidos…

Shutterstock

O ano passado não foi mesmo fácil. Não à toa, o número de pedidos de falências no País subiu 7,3% no ano passado. Ao todo, foram 1.783 pedidos, contra 1.661 requerimentos do ano anterior, segundo análise divulgada hoje (11) pela Serasa Experian.

Empresas de todos os portes pediram para fechar as portas, mas as médias empresas conseguiram manter os números entre um ano e outro – registrando até uma leve queda: 412 pedidos de falência em 2015 contra 415 em 2014.

Leia também
Pedidos de falência sobem dois dígitos em 2015

As grandes empresas, por sua vez, registraram aumento: de 402 para 448 entre 2014 e 2015. Quem conseguiu concentrar praticamente metade dos requerimentos de falência foram as micro e pequenas empresas. Ao todo, foram 923 companhias deste porte que fecharam as portas, contra 1.661 de 2014.

Entre as falências decretadas, as MPEs também lideram: foram 580 de um total de 829. As médias empresas concentraram 192 pedidos decretados, ao passo que as grandes concentraram 57 das falências decretadas.

Leia também
Varejo deve perder bilhões com feriados em 2016

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS