Vendas em SP iniciam com queda de 20%

Primeira quinzena de 2016 dará o tom do ano no varejo da capital paulista?

As vendas do varejo da cidade de São Paulo caíram 20% nos primeiros quinze dias de 2016, na comparação com o mesmo período de 2015, quando a queda foi de 3,3%, segundo boletim da Associação Comercial de São Paulo.

?Essas retrações já eram esperadas. Contudo, não podem ser projetadas para o restante do ano, uma vez que há expectativa de alguma melhora a partir do segundo trimestre?, disse em nota Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Leia também
Vendas no varejo tem pior resultado em 12 anos

Considerando as vendas a prazo, a queda foi de 18,7% nos primeiros dias de janeiro, e de 21,4% nas vendas à vista. Nas vendas a prazo, a queda foi muito por conta da elevação da taxa de juros, a retração do crédito, a baixa confiança do consumidor e a alta do dólar. Além do fim dos incentivos fiscais a eletroeletrônicos como computadores, smartphones e tablets – que encareceram esses itens.

Já as vendas à vista foram impactadas pela queda da massa salarial e pela elevação do dólar, que encareceu artigos de vestuário e calçados, por exemplo.

Leia também
Vendas de SP registram a maior queda desde 2008






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS