6 características do líder do varejo do futuro

Durante NRF Big Show, especialistas debatem o que faz um profissional chegar ao topo no setor

Liderança é tema recorrente nas mesas de debate de qualquer empresas, de qualquer setor. No varejo, não poderia se diferente. Não à toa, o tema encontrou seu espaço durante o NRF – Retail?s BIG Show, um dos maiores eventos do mundo sobre varejo, organizado pela NRF (National Retail Federation), que aconteceu nesta semana em Nova York.

Em painel, executivos debateram o que faz profissionais crescerem e atingirem o topo no setor. E, durante o debate, eles chegaram a seis características essenciais para qualquer líder do setor. E, pode apostar, não importa o País, esses skills são importantes.

Leia também
4 Características do varejo sem fronteiras

1. Transparência e integridade
“Uma coisa em termos de liderança que eu procura e que acho importante é integridade”, afirma Tim Belk, Chairman e CEO da Belk, varejista de moda. “As pessoas estão olhando pra você e se perguntando se elas acreditam em você e se elas acreditam que você é uma pessoa que elas seguiriam”, diz. Mesmo em novos tempos, o conceito de credibilidade não mudou: líderes precisam ser transparentes e entregar o que prometem.

2. Curiosidade intelecutal
Essa característica é defendida por Mindy Grossman, CEO da HSNi. “Sou uma pensadora não linear. Eu amo tentar conectar dois pontos que parecem não ter nada a ver um com o outro, mas quando colocados juntos, eles criam alguma coisa. Inspiração vem de qualquer lugar”, afirma. “Amo criatividade, autenticidade e gosto de pessoas com visão inspiradora. Pessoas que não apenas pensam sobre o que está em frente delas, mas que sonham”, afirma.

Leia também
5 tendências para o varejo

3. Confiança
Este ponto é defendido por Janet Sherlock, CIO da Carters. Par ela, é um ponto que, ainda, pesa mais entre as mulheres. Não à toa, conta a executiva, ela incentiva suas filhas a ser confiantes e se colocar diante das situações.

4. Não ter tanto medo
A co-fundadora e CEO da Blue Mercury, Marla Beck, afirma que, em algum momento da carreira, o profissional vai falhar. “Você precisa entender que isso vai acontecer. Você pode falhar. Entenda e ultrapasse isso”, afirma. Muitas vezes, as falhas vêm a partir de decisões consideradas arriscadas. Então, com medo de errar, muitos profissionais preferem não arriscar – um erro, na avaliação de Mindy, da HSNi. “Não se arriscar é, na verdade, mais perigoso que se arriscar de maneira inteligente. Claramente existe uma diferença entre risco e suicídio. Mas se você se arriscar, faça isso cedo”, afirma.

Leia também
7 dicas para um pequeno varejo crescer

5. Visão articulada
“Estar hábil para pegar as pessoas para que elas sigam a sua jornada e dar a elas um senso do que é essa jornada. Pra mim, essa é a característica mais importante de uma liderança, principalmente se você está tentando criar uma mudança, se você está tentando motivar pessoas, ou mesmo se você está tentando criar uma cultura dinâmica”, explica Mindy.

O presidente da HSN, Bill Brand, concorada. “A palavra que nós usanos na HSN e que eu sobre a qual eu tenho construído minha carreira é ‘storyteling’. Enquanto você descobre o que você quer fazer, como você articula essa história, a história do seu negócio e dos seus desafios?”, questina. Essa visão articulada, na visão do executivo, é o ponto essencial para contar essa história.

6. Auto-consciência
“Assim que você progride na carreira, você se conhece melhor”, afirma Mindy. “A arma mais poderosa que qualquer um pode ter é autoconhecimento. Conhecer você mesmo, saber sobre o seu impacto sobre os outros, sobre o seu impacto dentro da organização. Pergunte às pessoas com quem você trabalha: ‘O que eu possao fazer melhor’?”.

Leia também
3 Lições de inovação do fashion thinking

Com informações de Jessica Elenstar, do NRF – Retail?s BIG Show






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS