Estoques do varejo crescem 7,7% em SP

Satisfação de empresários com provisão é a mais baixa da região desde 2011

Mesmo com as vendas do Natal em 2015, o comércio não conseguiu equilibrar os estoques na Região Metropolitana de São Paulo.

Leia também:
Seu estoque é o meu negócio

A quantidade de empresários do varejo com excesso de mercadorias aumentou para 37,6% em janeiro, 7,7 pontos porcentuais acima do registrado no mesmo mês de 2014, mostra pesquisa feita pela FecomercioSP e divulgada pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS).

Leia também:
Estoque e abastecimento first

A proporção de empresários que afirmam que os estoques estão abaixo do que consideram “adequado” também aumentou, passando de 16,3% em janeiro de 2015 para 16,9% neste mês. Desta forma, o índice da FecomercioSP que mede o nível de adequação caiu de 107,4 em janeiro de 2015 para 90,8 neste mês, o menor nível da série histórica, iniciada em junho de 2011. O índice varia de 0 (inadequação total) a 200 pontos (adequação total), sendo a marca dos cem pontos o ponto de equilíbrio.

Por fim, o faturamento do comércio brasileiro com o Natal de 2015 caiu 14,7% em relação a 2014, para R$ 50,551 bilhões, de acordo com levantamento da FecomercioSP feito em parceria com a Boa Vista SCPC.

Leia também:
37,3% dos varejistas estão com o estoque alto






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS