3 tendências para o setor de franquias em 2016

Especialista avalia os caminhos mais promissores para quem quer empreender no setor

O setor de franquias é um dos caminhos mais buscados por quem quer empreender. Primeiro porque para quem não tem experiência, começar com um negócio estabelecido no mercado é meio caminho andado. Segundo porque com franquia, o empreendedor tem todo um acompanhamento da marca, que o ajuda com ferramentas e processos.

Mas o que não dá pra dizer é que franquia é um caminho fácil. Ao contrário, como qualquer negócio, ter uma franquia exige muito de quem está à frente. O mercado de atuação da franquia também ajuda a determinar o sucesso de uma marca.

Leia também
Academia sustentável vai expandir com franquias

Para 2016, existem modelos que estão bombando e que podem atrair quem está interessado em investir no setor.

“Certamente, aquelas franquias que exigem um menor investimento estarão na mira dos interessados, mas nem sempre os negócios considerados baratos trazem boa segurança nos tempos atuais”, disse o especialista em franquias Marcus Rizzo, da Rizzo Franchise.

Ele listou três tendências do franchising para este ano:

Leia também
App usa jogo para ensinar sobre franquias

1. Delivery – trânsito, segurança e redução de gastos devem forçar o consumo em casa, especialmente de alimentação, como pizza e outros;

2. Home Service – como limpeza e conservação e, em especial, serviços de limpeza doméstica, devido ao alto custo de encargos sociais e o risco trabalhista na contratação sem registros;

3. Home Care – hospitais caros e planos de saúde que não atendem adequadamente devem forçar cada vez mais o atendimento da população em casa (idosos e doentes).

Dentre os setores com risco de perder espaço neste ano, há aqueles que exigem grande investimento inicial, como Hotelaria, Automotivo (revenda de veículos), Vestuário (moda) e Alimentação (fast food).

Leia também
Loungerie quer crescer com franquias 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS