Lixo nos oceanos oferece sérios riscos à vida marinha

Pesquisas apontam exatamente quais são os riscos. Confira o que um especialista tem a dizer sobre o assunto

Sabe aquela sacolinha plástica que alguns descartam sem pensar? Ou a latinha de refrigerante, a bituca do cigarro e muitas outras coisas que, ?inocentemente?, as pessoas jogam nas ruas? Se esse lixo vai parar no mar ? e, muitas vezes, ele vai mesmo! ? as consequências podem ser piores do que parecem.

Um estudo recente apresentado durante a 46ª edição do Fórum Econômico Mundial de Davos demonstrou que, de acordo com o documento, até 2050 os oceanos abrigarão mais detritos plásticos do que peixes. 

?Por ano, 8 milhões de toneladas de plástico são despejados no mar em todo o mundo, segundo alguns pesquisadores. Se levarmos em conta que o tempo de decomposição do plástico é de aproximadamente 400 anos, com essa poluição se repetindo a cada ano, o homem está causando um estrago praticamente irreversível ao meio ambiente. Se não pararmos já com isso, vamos liquidar de vez com a vida marinha?, diz o Biólogo João Alberto dos Santos, membro do Conselho Regional de Biologia 1ª Região (SP, MT, MS) – CRBio-01.

Outra pesquisa, publicada no ano passado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, indica também que até lá 99% das aves marinhas terão pedaços de plástico no organismo. Hoje, de acordo com os pesquisadores, 90% já são vítimas dessa poluição ao meio ambiente. 

A tartaruga marinha é outro bicho que frequentemente é vítima do plástico no fundo do mar. ?Muitas morrem pela ingestão do plástico. Elas comem achando que é água-viva, seu alimento natural. Entre algumas espécies, como a tartaruga verde, por exemplo, a probabilidade de ingestão de plástico nos últimos 25 anos quase dobrou?, explica o Biólogo. Segundo o Instituto de Pesquisas para o Desenvolvimento, da França, cerca de 1,5 milhão de aves, peixes, baleias e tartarugas morrem todos os anos por causa do plástico.

Além do plástico, outros tipos de lixo também oferecem danos irreparáveis à vida nos oceanos. Confira na tabela abaixo os principais vilões do mar e o tempo de decomposição de cada um deles:

decomposicao_materiais_cmc

 

*Com informações do Conselho Regional de Biologia.





Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS