Apesar da crise, executivo acredita no Brasil

Com grande experiência em mercados internacionais, Francesco Renzetti, novo CEO da AlmavivA do Brasil, enxerga mais oportunidades que dificuldades no Brasil

Francesco Renzetti foi nomeado CEO da AlmavivA do Brasil, uma das principais empresas do segmento de Contact Center, CRM (Customer Relationship Management) e Trade Marketing operacional do País, respondendo a Marco Tripi, presidente da empresa e CEO global do Grupo AlmavivA. Em paralelo, seguirá como diretor geral da Holding AlmavivA e presidente da AlmavivA de Colômbia.
 
Com mais de 30 anos de experiência, Renzetti formou-se em Direito pela universidade La Sapienza de Roma (Itália). De 1989 a 1999, foi sócio do Escritório Persiani ? Advogados Associados. Durante este período, também foi assistente no Instituto de Direito Processual Civil da universidade onde se graduou. Além disso, entre 1985 e 2005, exerceu numerosos cargos públicos na Itália.
 
Em 2000, o executivo iniciou suas atividades no Grupo AlmavivA como diretor jurídico e, ao longo do tempo, assumiu cargos e responsabilidades crescentes, até ser nomeado, em 2009, diretor geral do Grupo AlmavivA, cargo que mantém até os dias de hoje. Em 2013, foi nomeado vice-presidente executivo da AlmavivA do Brasil e, em 2015, presidente da AlmavivA de Colômbia.

rezenttialmaviva

“No meio dessas dificuldades, colocamos os nossos negócios na trajetória da evolução, propondo para o mercado modelos operacionais e de remuneração diferentes”

 

Desafios

Entre os desafios do novo cargo está manter o crescimento da empresa, mesmo com a desaceleração econômica brasileira, que gera cenários complexos para diferentes segmentos. Entre 2012 e 2015, a AlmavivA do Brasil teve um crescimento de receita anual acima de 40%, tornando-se a terceira maior empresa do segmento no País. Somente nos últimos dois anos, a companhia inaugurou cinco novas unidades e contratou em média 16 mil pessoas.
 
?Apesar da crise econômica no Brasil, a AlmavivA do Brasil segue no caminho certo. Não é por acaso que o nosso maior crescimento está representado pelos últimos quatro anos ? período no qual a economia do País desacelerou e entrou em recessão. No meio dessas dificuldades, colocamos os nossos negócios na trajetória da evolução, propondo para o mercado modelos operacionais e de remuneração diferentes, aumentando a nossa eficiência operacional e utilizando tecnologias próprias ? desenvolvidas pela Almawave ? nosso braço tecnológico?, explica o CEO.
 
O executivo ainda afirma que, mesmo diante do momento crítico, enxerga mais oportunidades que dificuldades. ?Conheço bem o que aconteceu nos últimos anos na Europa, em particular na Itália, em mercados mais maduros que o brasileiro. E posso garantir que, aqui no Brasil, temos ainda enormes espaços para manter e fazer crescer o tamanho e a rentabilidade dos nossos negócios?, conclui Renzetti.






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS