Cai expectativa de comprar bens de maior valor

Em janeiro, índice de expectativa mostra que o pessimismo tem afetado cada vez mais o consumo

O Índice Nacional de Expectativas do Consumidor, medido pela Confederação Nacional da Indústria, registrou queda de 1,1% na expectativa de compras de bens de maior valor. O recuo foi frente a dezembro de 2015. Na comparação com janeiro do ano passado, o recuo foi de 0,3%.

Na relação com dezembro, esse item foi o único que apresentou recuo, entre os seis medidos pela Confederação para mensurar as expectativas dos brasileiros.

Leia também
Intenção de consumo em SP é a menor desde 2010

A expectativa sobre endividamento subiu 4,6% em janeiro frente a dezembro, ao passo que houve queda de 4,3% na relação com janeiro de 2015. Já o indicador que mede o otimismo frente a situação financeira pessoal apresentou aumento de 2,4% frente a dezembro e queda de 18,6% frente a janeiro do ano passado – o que mostra um deterioramento cada vez maior das expectativas.

Na média geral, o índice de expectativas registrou 98,6 pontos, crescimento de 2,4% na comparação com dezembro. Apesar do aumento mensal, o índice permanece na zona de pessimismo, que se mantém abaixo da média histórica.

Segundo a confederação, a manutenção do pessimismo do consumidor indica perspectivas de continuidade de baixa demanda nos próximos meses.

Leia também
Intenção de Consumo das Famílias cai 35% em janeiro






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS