Vendas dos supermercados devem cair na Páscoa

Preços dos ovos devem levar consumidor a buscar opções alternativas para a data, segundo associação

Dan Breckwoldt/ Shutterstock

Com o desempenho abaixo do esperado para o ano de 2015, os supermercados estão apostando no período de Páscoa para comemorar resultados mais satisfatórios em 2016. A data é a melhor para as vendas do setor depois do Natal, e serve como um termômetro de como serão os negócios no decorrer do ano.

Leia também:
Vendas de supermercados em SP caem 1,39% em 2015 

De acordo com a Associação Paulista de Supermercados (APAS), as vendas de produtos de Páscoa, se comparadas ao mesmo período de 2015, deverão ter crescimento nominal de aproximadamente 8%.  

Em termos reais haverá queda nas vendas, já que a inflação no período está em torno de 11%, o que representa em média uma queda no faturamento real de 3% em relação à Páscoa de 2015, quando houve crescimento de 8% nas vendas em relação a 2014.

Leia também:
Pessimismo aflige supermercados em SP 

Por outro lado, a expectativa é de que haja um aumento de 12% nas vendas de chocolates. ?Com a inflação elevada ao longo de 2015, os preços de ovos de Páscoa podem levar mais consumidores a procurar outras opções de chocolates, como caixas de bombons e chocolates em barra, por exemplo. Isto por um lado favorece a venda de chocolates em geral, mas deve prejudicar as vendas de ovos?, comentou em nota Rodrigo Mariano, gerente de Economia e Pesquisa da APAS.

Leia também:
Sério mesmo? Chocolate na Páscoa? 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS