Preço e valor: você sabe a diferença?

Consumidor precisa sentir que paga um valor justo pelo produto que adquire, diz especialista. Veja infográfico

Uma das definições mais importantes que um lojista virtual precisa realizar é a precificação de seus produtos. É o preço quem vai atrair os consumidores para o site, sustentar toda a operação e garantir o lucro para manter o negócio ativo. Entretanto, muitos empresários acreditam que a política de preço consiste apenas na definição de um valor financeiro com uma margem suficiente para suprir custos, quando na verdade, é preciso levar em conta o comportamento e a própria percepção do cliente para aliar vendas com rentabilidade.

Aqui no Brasil, seis em cada dez e-commerces baseiam os preços dos itens de acordo com os custos operacionais envolvidos e 47% atualizam este valor apenas uma vez por mês, de acordo com a pesquisa ?Como você lida com seu preço?, da Precifica. Os dados reforçam a necessidade do empresário de ampliar sua estratégia de preço para conseguir se destacar frente à concorrência e atrair mais pessoas dispostas a comprar.

Nem sempre é indicado ter o produto mais barato por meio da oferta de descontos e promoções. Sem planejamento, esta tática pode levar a loja virtual à falência em poucos meses. O mais importante é fazer com que o preço esteja de acordo com o pensamento do seu público-alvo. Mais do que preços baixos, o cliente quer sentir que está pagando um valor justo pelo bem ou serviço que está adquirindo. Veja infográfico:


Infográfico: Vouchercloud

*Eduardo Gimenes é gerente de marketing da Tray, empresa especializada em soluções de e-commerce.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS