3 perfis da mulher na hora de comprar

Estudo da Nielsen mostra o perfil das mulheres ao consumir Bebidas Alcoólicas, Mercearia e Cosmético. Veja quem elas são

Segundo estudo global da Nielsen, as mulheres estão mais céticas e menos confiantes com a economia do que os homens. Enquanto a confiança delas somou 74 pontos, a confiança deles somou 79 pontos. Elas acreditam que a perspectiva de trabalho não vai melhorar nos próximos 12 meses e que o momento não é dos melhores para gastar com coisas que desejam comprar.

Para as que mantêm a intenção de compra, contudo, existem certos padrões de comportamento identificados pela Nielsen. ?Entender os diferentes perfis e preferências das mulheres é primordial para que haja uma maior aproximação do mercado com elas, atuantes essenciais na tomada de decisão do consumo do lar, consumidoras dos mais variados universos de produtos e corresponsáveis pelo sucesso de estratégias dos fabricantes”, explicou, em nota, iz João Otávio Silva, executivo de atendimento da Nielsen.

“Por isso, pensar nelas para inovações, exposições efetivas e ações que possam engajá-las a consumir, pode trazer movimentações significativas nas tendências de mercado?, afirmou. Na hora de identificar o consumo de bebidas alcoólicas, mercearia e cosmético, a empresa identificou três perfis de consumo diferentes:

1. Despojada
Representa 16,7% da população feminina e gasta 82% acima da média das mulheres com produtos de teor alcoólico e com uma frequência 60% maior. Ela tem de 36 a 55 anos e está localiza na Grande Rio de Janeiro e no Centro-Oeste. Prefere ir às compras no final de semana e, de preferência, em supermercados ou no atacado. O que será que elas mais consomem no grupo de Bebidas Alcoólias? A cerveja é o produto de maior penetração, seguida do vinho. As mulheres despojadas aumentaram o preço unitário do produto em 12%, enquanto os homens aumentaram em 9%. Uma grande oportunidade para esse público é a maior oferta de cervejas premium, uma vez que elas associam luxo, ocasião especial e modernidade a essa categoria, segundo a Nielsen.
2. Prática
Representa 56,4% da população feminina e gasta 23% acima da média das mulheres com produtos de Mercearia de rápido consumo, como salgadinhos e refrigerantes de lata, e com uma frequência 21% maior. Ela tem de 13 a 18 anos e está localizada na Grande Rio de Janeiro, no Sul e no Interior de São Paulo. Costuma comprar mais no meio da semana e, de preferência, em supermercados. Como elas se caracterizam na compra no grupo de Mercearia? Em chocolates, elas se destacam acima dos homens na compra de embalagens maiores. Além disso, 16% delas consomem chocolate dentro do lar todos os dias, também sendo responsáveis pela compra para outros membros da família.

3. Vaidosa
Representa 36,4% da população feminina e gasta 48% acima da média das mulheres com produtos de Cuidado Pessoal, com uma frequência 17% maior. Ela tem de 19 a 35 anos e está localizada principalmente no Nordeste, Leste e na Grande São Paulo. Costuma comprar mais no meio da semana e, de preferência, nos canais porta a porta, perfumaria e farmácia. Ela também pode ser engajada por promoções bem efetudas, levando, por exemplo, um shampoo maior com um condicionador menor. Neste caso, acredita que o shampoo acaba mais rápido, então, consegue perceber o custo benefício desse tipo de embalagem. Por questões de desembolso, esses kits são mais importantes para os níveis socioeconômico mais altos.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS