JULIANA PEREIRA DEIXA SENACON

Conheça algumas das realizações dos últimos 12 anos em que ela se dedicou à defesa do consumidor

Por: - 4 anos atrás

O Ministério da Justiça sofreu hoje mais uma baixa: após a saída de José Eduardo Cardozo do comando da pasta, Juliana Pereira pediu demissão da Secretaria Nacional do Consumidor.

Ao longo dos últimos 12 anos, Juliana atuou no ministério na área de defesa do consumidor. Em 2012, quando a Senacon foi criada, ela assumiu o cargo de Secretária, onde atuou até hoje.

Desde que assumiu a Secretaria, Juliana apresentou importantes conquistas na pasta. Entre elas, a elaboração do Plandec, do Enajud e do Consumidor.gov.br.

O Plano Nacional de Consumo e Cidadania (Plandec) visa a atender às necessidades dos consumidores, em busca da harmonia das relações de consumo.

Em 2014, surgiu a Estratégia Nacional de Não Judicialização (Enajud), que parte da conclusão que, mesmo com esforços do Poder Judiciário para melhorar o atendimento aos seus usuários, não se chegará a uma solução para a morosidade da justiça sem que se diminua o excesso de ações judiciais, cujo número aumenta ano a ano. Assim, o Ministério da Justiça reuniu entidades como a Associação Brasileira de Relacionamento Empresa Cliente (ABRAREC) e a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) a fim de unir esforços para melhorar o atendimento aos seus usuários, com investimento em pessoal e tecnologia, para reduzir o excesso de ações judiciais.

Por fim, o Consumidor.gov.br é uma iniciativa única no mundo, considerada pioneira. É um portal que facilita a resolução de conflitos entre empresas e consumidores e, desde sua implantação, vem se mostrando um sucesso.