Conheça o maior e mais moderno Centro de Transmissão do país

Construída em Jaguariúna (SP), a unidade da Sky deve entrar em testes ainda no primeiro semestre de 2016

Por: - 3 anos atrás

Fotos: Divulgação Sky

Muito se fala em investir para melhorar a infraestrutura de comunicação do país. Nessa linha, a Sky investe mais de R$ 1 bilhão na construção do que pode ser considerado o maior e mais moderno Centro de Transmissão do Brasil. Sob o comando da Engemon, empresa brasileira de engenharia civil e elétrica, a obra deve ser entregue ainda em 2016.

 

“O Centro de Transmissão permitirá à SKY oferecer para nossos clientes de todo o território nacional, um serviço cada vez mais moderno e robusto”, afirma Luís Otavio Marchezetti, diretor de engenharia da SKY. Batizado de Jaguariúna Broadcast Center (JBC), o investimento contempla a construção de um broadcast center, equipamentos e também o lançamento de um novo satélite denominado SKY B1. O novo centro de transmissão atenderá a operação da SKY no Brasil e também a operação da DIRECTV na América Latina.

Além disso, a chegada da companhia à Jaguariúna tem potencial para gerar até 200 postos de trabalho de alta qualificação técnica. Marchezetti também conta que o antigo centro de transmissão, localizado em Santana de Parnaíba, no interior paulista, vai continuar a operar, e futuramente também servirá como backup do empreendimento de Jaguariúna.

Obra

“A construção e montagem do Centro foram concebidos através de premissas criteriosas de redundância de sistemas para assegurar operação ininterrupta dos serviços”, afirma Carlos Nomura, diretor de engenharia da Engemon.

centro_de_transmissao_sky

Ele revela que a SKY optou pela modalidade turn-key (chave na mão), sistema em que a companhia contrata uma única empresa para a construção, montagem, e fornecimento de equipamentos de missão crítica, como Geradores, UPS, Ar Condicionado, até a entrega da obra. Hoje, o avanço da obra é de 85%, entre engenharia civil e montagem das complexas infraestruturas de missão crítica do empreendimento.

Segundo Nomura, os cuidados começaram na conferência dos projetos recebidos. “Tivemos um cuidado muito especial na conferência da fundação das bases de antenas de transmissão, pois é o item mais sensível e importante do empreendimento” menciona. O prédio, conta com cerca de 17 mil m² de área construída, incluindo a área técnica, dois andares de escritórios, show room e auditório.

centro_de_transmissao_sky_3

“Nesse tipo de empreendimento, a infraestrutura elétrica e de ar condicionado são fundamentais, já que os datacenters e equipamentos de transmissão não podem parar”, afirma o engenheiro. Um conjunto de cinco grupos geradores de missão crítica dará suporte em caso de queda de energia proveniente da rede elétrica da concessionária.

O ar condicionado é outro sistema importante, já que os equipamentos dos datacenters e do broadcast center, por regra, devem operar em temperaturas ambientes constantes e controladas. Outro ponto fundamental é a proteção contra incêndio, ressalta o engenheiro da Engemon. O tanque de água de reserva de incêndio possui 444 m³. Além dos sistemas de hidrantes, de sprinkler convencional (dispositivo contra incêndio) e de detecção de fumaça, serão ainda instalados sistemas de sprinkler dry-pipe (seco), de pré-detecção e de combate a incêndio com gás Novec 1230.