Dá para juntar animação com um congresso financeiro?

Especialista em inovação e colunista do Financial Times confirmaram presença na próxima edição do CIAB Febraban. Saiba quem são eles

Por: - 4 anos atrás

Divulgação Disney Pixar

Greg Brandeau é considerado um dos mais renomados especialistas de inovação do mundo. Engenheiro formado pelo MIT, tem no seu currículo a The Walt Disney Studios e a Pixar. Já o colunista do jornal britânico Financial Times, Tim Harford, é descrito pela revista britânica New Statesman como um dos melhores escritores de economia popular no mundo. O que eles têm em comum? Ambos serão destaques da 26ª edição do Ciab Febraban, que ocorrerá entre os dias 21 e 23 de junho no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Economia popular abordada com humor e criatividade e liderança baseada na inovação nas organizações serão os assuntos das apresentações dos palestrantes internacionais.

Liderança e inovação

No primeiro dia do Ciab, Greg Brandeau será o destaque. O engenheiro iniciou a carreira trabalhando na NeXT Computer, de Steve Jobs. Foi diretor vice-presidente e diretor de tecnologia da The Walt Disney Studios, vice-presidente sênior de tecnologia na Pixar e é coautor de Collective Genius (em tradução livre, “Gênio Coletivo”), obra que aborda a criação de uma cultura de inovação nos negócios.

Quando entrou na Pixar, em 1996, a companhia era relativamente pequena. Brandeau desenvolveu tecnologia de ponta para consolidar a empresa de animação digital – hoje, vencedora de diversos Oscars – como uma potência em entretenimento. Na ocasião da venda da Pixar para a Disney, ele foi o profissional responsável por todo o processo tecnológico necessário para a criação de filmes animados.

Para ele, o segredo de uma empresa integralmente criativa está na forma especial de exercer a liderança. Segundo o especialista, grandes líderes de inovação não se encaixam no molde convencional da boa liderança, eles criam um contexto em que os outros ficam tanto dispostos como capazes em promover a inovação. Em suas palestras, Brandeau descreve as características desta liderança focada na inovação e demonstra como captar e soltar o “gênio coletivo” nas organizações.

Segundo Gustavo Fosse, diretor de tecnologia bancária da Febraban, o convite a Brandeau faz parte da tradição do Ciab na busca de contribuições relevantes de outros setores para o debate sobre a inovação no Brasil. “Há décadas, o setor financeiro brasileiro vê a tecnologia como alavanca para o desenvolvimento de soluções no País, tornando-se referência mundial de inovação e qualidade de serviços aos clientes”, afirma Fosse.

Economia popular

No segundo dia do Ciab Febraban 2016, Tim Harford, colunista do jornal britânico Financial Times, é o destaque do congresso. “A linguagem simples de Harford, ao tratar de um tema árido, é um bom exemplo de como é possível levar a educação financeira para diferentes públicos, inclusive aqueles que ingressaram recentemente no mercado bancário”, afirma Fosse. A educação financeira é um desafio em todo mundo e não apenas no Brasil.

A coluna de Harford, The Economist Undercover (em tradução livre, “O Economista Disfarçado”), que também dá nome a um de seus livros, é famosa por tratar de temas da economia contemporânea de forma clara, objetiva e com uma variedade de exemplos presentes no cotidiano dos leitores. Harford também apresenta um programa de rádio na estação de rádio BBC 4 intitulado More or Less, em que derruba, de forma bem humorística, as estatísticas duvidosas sobre economia.

Ciab FEBRABAN 2016

A 26ª edição do Ciab Febraban terá como tema central “Cultura Digital Transformando a Sociedade”, que abordará como as novas tendências digitais influenciam a mudança de comportamento dos clientes e como as demandas por tecnologias provocam transformações nos negócios das empresas.

Neste ano, o Ciab debaterá temas como a explosão das fintechs – empresas startups que estão trazendo inovações para o setor financeiro -, computação cognitiva, internet das coisas, big data, cloud computing, social network e mobilidade. A temática da inovação também ganhará grande destaque no congresso.

As parcerias com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, a Abecs, e com a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização, a CNSeg, serão repetidas para o Ciab Febraban 2016.